Qui, 23 Maio 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Nersant desafia empresas a integrar plataforma de apoio à exportação

nersant plataforma

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) continua a desenvolver a sua nova plataforma para a exportação, uma ferramenta tecnológica inovadora que visa o crescimento da capacidade de exportação das empresas, ao abrir as portas do mercado internacional.

Esta iniciativa – chamada Plataforma Exportar & Internacionalizar – baseia-se num conceito que tem como objetivo a aproximação de dois mundos extremamente fragmentados: a procura mundial e a oferta nacional, que enfrenta claramente alguma adversidade no acesso aos mercados.

Desta forma, a plataforma, para além de aproximar a oferta mundial dos produtores da região, reduzir investimentos em promoção e divulgação nos diferentes mercados e ultrapassar dificuldades como densos processos administrativos e logísticos, diversas línguas, recebimentos, entre outros.

A ideia é que a Nersant seja a líder da criação desta plataforma, candidatando-a a fundos comunitários, mas para isso precisa garantir a adesão das empresas da região do Ribatejo que façam, posteriormente, a gestão da mesma como um negócio.

“O objetivo é que o modelo de suporte e gestão da plataforma seja pensado em conjunto com as empresas, para que a plataforma se adeque o melhor possível às suas necessidades”, explica Pedro Félix, vice-presidente da Comissão Executiva da Nersant, na reunião realizada esta semana em Torres Novas, onde a iniciativa foi apresentada.

“Atenção que esta ferramenta não é apenas um portal com loja online. Trata-se, antes, de um serviço que apoia todas as fases do processo de exportação para aqueles que, sozinhos, não têm capacidade de o fazer”, acrescentou o mesmo responsável, acrescentando-se que “a plataforma tornar-se-á ainda auto-sustentável com um volume de transação na ordem dos 4 milhões de euros”.

“Se pensarmos que os associados do AgroCluster Ribatejo tem um volume de exportação na ordem dos 600 milhões, verificamos que alcançar este número pode não ser assim tão difícil”, concluiu Pedro Félix.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB