Sex, 23 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Festival do Cogumelo da Parreira marcou regresso dos grandes eventos à Chamusca

A quinta edição do Festival do Cogumelo da Parreira, que decorreu entre os dias 4 e 6 de março, foi um sucesso, atraindo inúmeros visitantes a esta popular localidade do concelho da Chamusca.


O evento de dinamização e promoção territorial, com base num produto endógeno da charneca, o cogumelo, é organizado em parceria pela câmara e união de freguesias e, mais uma vez, contou com a realização de showcookings com a presença dos chefs de cozinha Gastão Reis, concorrente Masterchef Portugal, Rodrigo Castelo, chef do restaurante “O Balcão”, em Santarém, e Óscar Geadas, rosto da estrela Michelin em Trás-os-Montes, no “G Pousada”.

Durante os três dias do certame, milhares de pessoas passaram pelo festival e puderem saborear muitos dos pratos confecionados com cogumelos.

A animação musical ficou garantida com os concertos de Toy, Nena e Rosinha, e dos DJ’s Pedro Galinha e AfricanGroove.

O programa incluiu ainda o workshop “Cultivo de Cogumelos”, a conferência “Cogumelos na Tradição e na Inovação”, demonstrações e degustações de iguarias com cogumelos e um passeio micológico pela charneca, que contou com Rogério Louro, investigador na Universidade de Évora e autor de vários artigos científicos publicados na área da micologia.

Do programa fez parte, também, a realização do concurso “Caixa Mistério em Família 2022”. As quatro famílias vencedoras foram contempladas com um cabaz de frutas e legumes, onde não faltaram os tão famigerados cogumelos.

Na inauguração do festival, Paulo Queimado, presidente da Câmara Municipal da Chamusca, referiu que o Festival do Cogumelo da Parreira “tem um papel muito importante” no território, quer económico, quer gastronómico.

Este ano, infelizmente devido à seca, não houve a abundância de cogumelos que existe nos outros anos e isso acaba por ser um problema para a economia do concelho.
Paulo Queimado salientou ainda a participação do tecido associativo do concelho, dos artesãos e dos comerciantes que quiseram marcar presença no primeiro grande evento realizado no concelho, depois de dois anos de pandemia.

“Nesta retoma da economia, muito mais importante do que a promoção e o querermos regressar à vida normal, é a dinâmica que se cria antes e durante o evento com as associações, sendo que a envolvência da comunidade é cada vez mais importante e necessária. Temos de valorizar o que há nosso território e regressar à vida normal em segurança”, disse Paulo Queimado.

Bruno Oliveira, presidente da União de Freguesias de Parreira e Chouto, destacou o sucesso no envolvimento da população e das associações na realização do certame. “O festival, que marcou o regresso à vida normal depois da pandemia, respeitando todas as medidas de segurança, está a ser cada vez mais marcante para a nossa freguesia e para o concelho da Chamusca e consequentemente para a nossa economia”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB