Sex, 21 Junho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Endesa vence concurso da Central do Pego

A empresa espanhola Endesa venceu o concurso para o ponto de ligação à rede elétrica da central do Pego, em Abrantes, tendo apresentado um projeto avaliado em cerca de 600 milhões de euros e prometendo a "reciclagem profissional" de mais de 2.000 pessoas.


Em comunicado, a Endesa explica que venceu o concurso através da sua filial “Endesa Generación Portugal”, com um projeto “que combina a hibridização de fontes renováveis e o seu armazenamento naquela que será a maior bateria da Europa, com iniciativas de desenvolvimento social e económico”.

A elétrica acrescenta que “recebeu um direito de ligação à Rede Elétrica de Serviço Público (RESP) de 224 MVA [MegavoltAmpere] para instalar 365 MWp [megawatts-pico] de energia solar, 264 MW de energia eólica com armazenamento integrado de 168,6 MW e um eletrolisador de 500 kW [quilowatts] para a produção de hidrogénio verde”.

No mesmo comunicado pode ler-se que “além do desenvolvimento de fontes de energias renováveis”, a empresa apresentou “um plano no qual envolveu todos os agentes locais”, ou seja, “partindo do estudo e da análise das suas necessidades elaborou um plano específico para o crescimento económico e social da região que inclui a criação de 75 postos de trabalho, 12.000 horas de formação e o apoio às PME para que integrem os seus projetos na região, criando novas oportunidades de crescimento e riqueza para a Região de Abrantes”.

O grupo “elaborou um plano de formação de mais de 12.000 horas, que permitirá a reciclagem profissional de mais de 2.000 pessoas, abrindo também a possibilidade de futuros empregos para os desempregados da região”, acrescentando que “esta formação é essencial na abordagem aos novos projetos de energias renováveis da Endesa no Pego, pois será necessária mão-de-obra qualificada”.

O grupo compromete-se a “criar 75 postos de trabalho diretos permanentes, recorrendo prioritariamente a mão-de-obra de antigos trabalhadores da central do Pego”, de acordo com o mesmo comunicado.

O júri do concurso para o ponto de ligação à rede elétrica da central do Pego irá agora remeter a sua decisão à Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Estavam a concurso seis propostas: além da Endesa e da Tejo Energia, também a Greenvolt, a EDP Renováveis, a Bondalti e a Voltalia apresentaram propostas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB