Sex, 23 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Os melhores do mundo saltam durante uma semana em Santarém

Luís Arrais, Ricardo Gonçalves, Fernando Gaspar e Carlos Coutinho

Numa espécie de dois em um, os melhores ginastas do mundo na especialidade de trampolins vão juntar-se em Santarém para uma das quatro provas da Taça do Mundo de Trampolins (World Cup 2023), que se realiza entre os dias 28 de junho e 2 de julho, e para a Scalabiscup, marcada para 3 a 6 de julho.


A organização, tripartida pelo Gimno Clube de Santarém (GCS), Federação Portuguesa de Ginástica (FPG) e Câmara Municipal de Santarém (CMS), fala no maior evento desportivo já realizado na cidade, que vai receber os 183 melhores ginastas da especialidade da Taça do Mundo, e cerca de 800 para a Scalabiscup, torneio organizado desde 2012 pelo GCS.

Para se perceber a dimensão que a prova já atingiu, o presidente do Gimno Clube de Santarém, Fernando Gaspar, explica que “uma boa prova mundial ronda os 650 atletas”, sendo por isso a Scalabiscup atualmente um dos maiores torneios de trampolins do mundo.

E foi do prestígio alcançado na organização da Scalabiscup que nasceu a ideia de organizar uma das provas da Taça do Mundo de Trampolins. O presidente da FPG, o scalabitano Luís Arrais, lançou o desafio a Fernando Gaspar, que contactou o administrador da Viver Santarém, Carlos Coutinho e, em pouco mais de um dia, a decisão de organizar a prova ficou tomada.

A realização da Taça do Mundo obrigou a Câmara a antecipar alguns investimentos previstos, nomeadamente na climatização do pavilhão. O município já gastou 33 mil euros na montagem de toda a estrutura de condutas, que ficará em definitivo na nave municipal, onde se realizam as provas, e irá alugar as máquinas de ar condicionado. Para 2024 está prevista a aquisição definitiva desses equipamentos, que já não foi possível contratualizar a tempo desta prova.

“É uma grande mais valia para o futuro do desporto na cidade”, diz Carlos Coutinho, referindo o cada vez maior número de competições e prática desportiva existente em Santarém.

A competição vai ainda obrigar a instalar provisoriamente duas bancadas extra na nave municipal, que ficará com cerca de 900 lugares sentados.

Por seu lado, Luís Arrais, que foi administrador da antiga empresa municipal de desporto de Santarém e atualmente dirige a federação, considera que a escolha de Santarém para uma das quatro provas da Taça do Mundo, uma das maiores organizações da Federação Internacional de Ginástica, foi uma espécie de Euromilhões para o concelho, sendo esta a primeira vez que se realizam duas provas no mesmo país (Santarém e depois Coimbra).

“Organizamos como os melhores, mas temos uma capacidade que é só nossa: resolvemos os problemas que aparecem na hora”, disse, elogiando o trabalho do Gimno Clube, de que também foi presidente, e de Vítor Varejão, o mais antigo presidente de uma associação distrital de ginástica, que muito contribuiu para que três dos quatro atletas olímpicos nos trampolins sejam do distrito de Santarém.

Além dos 33 mil euros que a autarquia vai investir na climatização e que já estavam previstos, a Câmara de Santarém aprovou um apoio de 50 mil euros para a realização da Taça do Mundo de Trampolins. Valor que o presidente do município, Ricardo Gonçalves, justifica com o retorno que esta e outras provas trazem para a cidade.

“As grandes provas nacionais e internacionais trazem pessoas que ficam, almoçam, jantam e visitam o concelho. É a imagem que passa e que leva muitos deles a regressarem depois das provas”, disse Ricardo Gonçalves, acrescentando que as empresas especializadas em turismo referem que as provas desportivas são das que trazem maior retorno.

Fernando Gaspar reforçou esta ideia, referindo que devido a estas duas provas a capacidade de alojamento na cidade está esgotada, estando vendidas mais de 3 mil camas.

UMA SEMANA SEMPRE A SALTAR

Os 183 ginastas, de 25 países, que participam na Taça do Mundo de Trampolins, vão chegar a Santarém no dia 27 de junho. Os treinos estão previstos para 28, 29 e 30 e as provas preliminares realizam-se no dia 1, ficando o dia 2 de julho para as finais, transmitidas pela RTP2.

A Scalabiscup tem previstos 801 atletas, divididos por 78 comitivas, em representação de 20 países. Os treinos começam a 3 de julho, nos dias 4 e 5 realizam-se as preliminares e as finais são no dia 6.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB