Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

GNR de Santarém apresenta estratégia para erradicar violência do desporto

Preparação, educação e intervenção. É com estres três conceitos, interligados entre si e sob a forma de linhas de ação, que a GNR pretende trabalhar com vários agentes para erradicar todas as formas de violência no desporto e assim contribuir para um ambiente seguro nos espetáculos desportivos e nas escolas.


Esta estratégia, consolidada no plano segurança “Prevenção da Violência no Desporto”, bem como a sua operacionalização na região, foi apresentada e discutida esta terça-feira, 19 de setembro, durante uma reunião de trabalho, na sede do Comando Territorial de Santarém, com várias entidades ligadas ao fenómeno desportivo, nomeadamente dirigentes associativos e autarcas, para minorar os efeitos da violência no desporto.

Na apresentação do plano aos jornalistas, efetuada após a reunião, Miguel Correia Silva, Tenente-Coronel do Comando da GNR de Santarém responsável pela apresentação do plano, salientou que a prevenção da violência é uma responsabilidade de todos, sendo fundamental identificar e implementar boas práticas que possam permitir a erradicação da violência, eliminando os maus exemplos.

O foco desta estratégia agora apresentada vai assentar em ações de sensibilização a realizar junto de clubes e escolas, com o apoio das duas comunidades intermunicipais da região, estando previstas dezenas de ações ao longo dos próximos meses, quer junto da população escolar, quer dos agentes desportivos (jogadores, atletas, dirigentes, pais, etc).

O Comandante do Comando da GNR de Santarém, Tenente-Coronel Pedro Duarte Graça, garantiu que esta força de segurança vai estar ainda mais atenta às questões relacionadas com a violência do desporto, mas adiantou que só com o esforço de todos será possível minorar este problema.

Paulo Fontes, da Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD), que também esteve na reunião, acrescentou que é preciso impedir que haja a normalização de comportamentos violentos, assumindo a necessidade de identificar linhas vermelhas que não podem ser ultrapassadas.

Este plano integrado para a população escolar e agentes desportivos será comum a todas as modalidades desportivas, embora, mesmo sem se querer, o futebol assuma aqui um aspeto importante.

Daniel Santos, vice-presidente da Associação de Futebol de Santarém, explicou que este organismo já criou uma comissão de qualificação de jogos, que, no fundo, atribui graus de perigosidade aos jogos, reforçando a segurança e o policiamento dos jogos que se prevê possam ser mais “quentes”.

Segundo disse, a medida tem tido uma aplicação positiva, tendo-se registado uma diminuição dos casos de indisciplina.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB