Dom, 3 Março 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Sons de Verão aos sábados à noite em Coruche

De 18 de junho a 16 de julho, as noites de sábado em Coruche vão ser preenchidas com o festival de música Sons de Verão, que apresenta uma programação cuidada de cinco espetáculos que reúnem bandas e artistas de sonoridades e géneros diversificados, do jazz à música popular, do rock à bossanova, sempre ao ar livre.


Os espetáculos realizam-se em locais de entrada gratuita tão aprazíveis como a Praça da Água, o Jardim 25 de Abril, a Avenida do Sorraia e a Praça da Liberdade.

A 18 de junho, às 22 horas, na Praça da Água, a banda de tributo a Rolling Stones – STONES ALIVE toma o palco com presença, atitude, carisma e energia contagiante e que reproduz o som e o espírito da maior banda de Rock N`Roll de todos os tempos.

No sábado seguinte, a 25 de junho, no Jardim 25 de Abril, acontece às 22 horas o espetáculo do trio Espiral, que, a partir do imaginário e da música celta, nos leva a fazer uma viagem de paisagens sonoras pelas músicas tradicionais de Irlanda, Escócia, Galiza e Bretanha, a par de composições próprias. Durante a tarde, com início às 17 horas, a ODAC – Oficina d’Artes de Coruche encerra este ano com uma festa com demonstração de todas as suas atividades, da dança, ao canto, à música e até às artes decorativas.

Ao terceiro sábado de Sons de Verão, dia 2 de julho, a Avenida do Sorraia recebe às 22 horas o concerto de bossanova, fado e samba Rua das Pretas, um encontro internacional de amigos e música, mas também uma celebração exploratória do passado, do presente e do futuro da cultura lusófona – dos suspiros do fado e dos prazeres do samba às ruas secundárias do flamenco e do blues.

Já a 9 de julho, pelas 22 horas, na Praça da Liberdade, os Sarja trazem um concerto de jazz melódico e rock com frescura e timbres de outras épocas que se revelam nas composições próprias de um quarteto intemporal cujas referências incluem nomes como Tom Waits, Paulo de Carvalho, Jamie Cullum, Charles Aznavour, Sérgio Godinho ou Jorge Palma.

Por fim, a 16 de julho, às 22 horas, na Avenida do Sorraia, a versátil banda The Jeggas funde o blues, o rock e o soul numa sonoridade singular produzida por duas guitarras, baixo, bateria e, a espaços, saxofone.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB