Sáb, 24 Fevereiro 2024

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Santarém lidera projeto de 4,1 milhões para Rede da Liberdade e Cidadania

A Câmara de Santarém foi designada com o estatuto de líder no âmbito do protocolo de parceria, firmado com as câmaras de Castelo de Vide e de Vendas Novas, no âmbito da candidatura à constituição da Rede Urbana da Liberdade e da Cidadania.

Esta candidatura, que tem como objetivo a valorização das referências vivas referentes aos valores da liberdade e cidadania nos três concelhos, tem um valor de 4 milhões e cem mil euros, destinando-se um milhão para ser investido na área material, em cada município, e Santarém conta também com cerca de 800 mil euros em imaterial, num total de 1,8 milhões de euros.

Com este protocolo, pretende-se preservar a memória e os símbolos da conquista e do exercício da liberdade e da cidadania, com recurso às ferramentas da digitalização e disponibilizando conteúdos científicos para acesso comum e aberto na web; a instalação de mobiliário e arte urbana, no âmbito de intervenções inovadoras; a criação de centros de estudos especializados da democracia, para aprofundar conhecimento e criar conhecimento sobre novas temáticas em torno da construção europeia, dos movimentos migratórios, dos regimes populistas, dos direitos e liberdades, e proporcionar conteúdos de apoio às escolas para formação de jovens.

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves, considera que “este é um investimento cultural integrado” e que “permite maximizar o aproveitamento de fundos comunitários, neste caso, com vista à construção do MAVU – Museu de Abril e dos Valores Universais”.

Já o vereador com o Pelouro da Cultura e do Património Cultural, na Câmara de Santarém, Nuno Domingos, explicou que esta linha de financiamento e de parceria entre vários municípios, pensando no Museu de Abril e dos Valores Universais e na ideia subjacente a este projeto, tem a ver com a reabilitação de parte da Escola Prática de Cavalaria.

“Procurámos, com sentido, bater à porta de Castelo de Vide – cidade natal de Salgueiro Maia e à porta de Vendas Novas, de onde saiu da Escola Prática de Artilharia, a coluna militar do Cristo Rei que protegeu a Coluna de Salgueiro Maia, no Terreiro do Paço, quando uma curveta ameaçava a Coluna”, disse.

Nuno Domingos concretizou ainda que o que se pretende é criar, por um lado, uma Escola Prática da Cidadania, com um centro de investigação para os investigadores de doutoramento e pós-doutoramento que pretendam estudar as questões da liberdade, e por outro encontrar alguns apoios de caráter mais artístico, nas comemorações do 25 de Abril e nas instalações do Centro de Interpretação Santarém Militar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB