Seg, 15 Julho 2024

PUB

RODAPE-CONTEUDOS

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias.

Chamusca faz balanço positivo à Ascensão 2021

A Câmara Municipal da Chamusca faz um balanço muito positivo à Semana da Ascensão 2021, o momento cultural e recreativo mais importante do concelho, que este ano foi novamente obrigado a reinventar-se devido às limitações impostas pela pandemia.


A autarquia elegeu o formato misto (presencial e digital) para a realização da festa e, durante os 9 dias do evento, foi possível a realização de concertos no Cineteatro da Chamusca, com a lotação limitada a 130 lugares e assegurada a sua transmissão nas plataformas de streaming do município.

“Havendo a possibilidade de as salas de espetáculos poderem receber público, condicionado a um número de lugares limitado, não queríamos deixar de comemorar aquela que é a nossa semana maior”, referiu o presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado.

Durante os 9 dias de festa, o Cineteatro da Chamusca reabriu as suas portas, onde se fizeram ouvir as vozes de João Chora, Joaquim Lourenço, Rui Tanoeiro, Marisa Ferreira, Luís Trigacheiro (vencedor do concurso televisivo “The Voice Portugal”), Padre José Luís Borga, Manuel João Ferreira e José Cid. O cartaz musical contou ainda com a realização de uma Tertúlia Fadista, que reuniu vários convidados do panorama musical nacional.

As estatísticas finais disponíveis na página oficial do Facebook do Município revelam que, entre os dias 8 e 16 de maio, se registaram mais de 147 mil visualizações dos vídeos publicados e mais de 72 mil interações com esses vídeos (comentários, gostos e partilhas). Merece especial destaque o dia 13 de maio de 2021, Quinta-Feira de Ascensão, que alcançou um total de 57.530 pessoas, através dos conteúdos publicados.

No que diz respeito ao formato presencial, a Semana da Ascensão ficou marcada pela inauguração da estátua “O Toiro”, da autoria de Rui Fernandes. Na cerimónia, Paulo Queimado, salientou que “esta peça é muito mais que um toiro”, é “uma alusão à expressão da nossa História, da nossa tradição e das nossas vivências, e é uma representação das origens do nosso concelho”.

O presidente da Câmara da Chamusca reforçou ainda que a escultura pretende enaltecer a figura do Toiro Bravo, símbolo característico da charneca e da lezíria, onde a sua criação possui um impacto económico e social significativo na comunidade, na manutenção de postos de trabalho e forte impulsionadora na área do turismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Notícias Relacionadas

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

PUB