PUB

chamusca marialva

PUB

urbanidade

PUB

Nuno Mário Antão

nuno antao new“Sozinhos podemos chegar mais rápido, mas acompanhados chegamos sempre mais longe”, provérbio africano.

Chegados a 2019 é momento de balanço, reflexão e decisão! A legislatura está a acabar e importa saber se estamos melhor. Parece evidente que estamos, mas isso por si só não nos pode condicionar a reflexão sobre o que ainda falta fazer e não pretendendo ser exaustivo nos números e nas fontes (que são todas públicas) vamos lá então a um balanço, naturalmente provatório e sujeito ao contraditório.

Se um dos principais indicadores de qualidade de vida é o emprego, hoje temos menos desemprego e muito mais emprego e mais rendimentos do trabalho. Estamos claramente melhor em 2019 do que estávamos em 2015, mas precisamos de rever os mecanismos de apoio ao investimento e à criatividade, aprofundar e qualificar os que são eficazes, abandonar os inúteis e criar ferramentas que nos mantenham na liderança de um novo mundo com novas profissões e atividades que hoje ainda não existem, o aumento no número de criação de novas empresas e de espaços startup são excelentes indicadores deste caminho.

Em 2019, apesar da percepção geral, há no distrito de Santarém mais médicos, mais enfermeiros, mais técnicos auxiliares, mais promoção da saúde, mais capacidade de resposta à doença e mais investimento em curso na Lezíria e no Médio Tejo. Mais consultas, mais intervenções cirúrgicas representam melhor qualidade de vida e com a concretização dos projetos em curso no Hospital Distrital de Santarém e no Centro Hospitalar do Médio Tejo esse indicador melhorará e certamente a percepção mudará.

Temos mais investimento na segurança interna, com novos quartéis da GNR e esquadra da PSP e há novos tribunais, na educação investiu-se (e investe-se) em novas escolas, nas infraestruturas rodovia e na ferróvia, no ambiente há empenho e financiamento para despoluir o Rio Tejo e seus afluentes. Há novos e requalificados espaços de cultura e interpretação histórica da nossa identidade e património, no Turismo há estratégia, tática e camas, o indicador fundamental para a captação de muitos dos fundos públicos e privados que alavacam todo o investimento, mais turismo significa mais gente no nosso território e se há faltas no mundo rural essa é uma delas: pessoas!

Há todo um processo construtivo para evidenciar e implementar as melhores práticas de gestão pública, de combate às violências, de promoção de igualdade e de novas respostas sociais para fenómenos como a duração da vida e a manutenção da atividade no envelhecimento.

O Governo do PS com o apoio das Esquerdas rasgou o estático modelo de “arco da governação” alargou a responsabilidade da decisão a todos os partidos políticos da direita à esquerda. António Costa ousou fazer o que alguns tinham tentado com pouca vontade, um rasgo que beneficiou Portugal e os Portugueses, se outro mérito não tivesse as reversões das, injustas, medidas do “para lá da troika” chegavam, mas há e de enorme bondade para a democracia e a liberdade, tudo e todos estão dentro do sistema logo responsáveis e especialmente parte das soluções…é este o maior ganho de todos, seja qual for o nível administrativo considerado, todos os portugueses estão, em pleno, representados na governação do país e como bem sabemos…acompanhados chegamos sempre mais longe.

Claro que em números e percentagem podemos sempre glorificar os resultados, o que nunca me esqueço é que para cada um de nós individualmente considerado a estatística é sempre 100%. Se estamos no desemprego somos 100% desempregados, se não temos consulta ou operação somos 100% doentes e por ai fora…é esta percentagem que deve ser o nosso foco, o essencial da tomada de decisão, as pessoas, a pessoa!

(Um dia destes falamos sobre a conclusão da A23, da Casa Museu Camões, da Economia Circular, da variante a Santarém da Linha do Norte e da ligação desta à Linha do Oeste, da descentralização, dos transportes públicos municipais e intermunicipais, do “Alqueva do Ribatejo”, do Tejo como via de acesso à Capital mais Cool do Mundo, das tradições e identidade do mundo rural, da Região Ribatejo e Oeste, etc, etc, etc & tal…de tudo um pouco que falta fazer para sermos completos e plenos de ferramentas que nos afirmem no mundo).

 



PUB

PUB

PUB

PUB

PUB

Quem está Online?

Temos 493 visitantes e 0 membros em linha