PUB

chamusca filhadamae

PUB

insantarem

A fuga de uma matéria líquida perigosa na fábrica da PMH-Produtos Médico Hospitalares, S.A., situada na Zona Industrial da Murteira, freguesia de Samora Correia, no concelho de Benavente, causou esta manhã 14 feridos ligeiros.

Sete das vítimas foram assistidas no local pelos bombeiros e pelo INEM, as outras 7 tiveram de receber tratamento hospitalar no Hospital de Vila Franca de Xira mas deverão ter alta ao longo das próximas horas.

O alerta para a proteção civil foi dado às 9h26 e no local estiveram 28 operacionais de várias corporações dos distritos de Santarém, Lisboa e Setúbal, apoiados por 14 viaturas, incluindo 2 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), um helicóptero e a Viatura de Intervenção em Catástrofe.

Num balanço ao rede Regional às 12h30, o segundo comandante distrital de operações de socorro de Santarém, Rui Natário, avançou que a fuga já estava controlada e a fábrica já tinha retomado a sua normal laboração.

A fuga aconteceu após a quebra de uma quantidade mínima de produto, cerca de 250 ml – o que corresponde, sensivelmente, a uma garrafa de refrigerante – em cima de uma bancada de trabalho. A sala foi evacuada de imediato o que não evitou que alguns funcionários se começassem a sentir mal.

A matéria em causa, de nome metil-etil-cetona, também conhecida por Butona, é um líquido incolor altamente inflamável com um odor doce penetrante, normalmente utilizado como solvente. A inalação pode causar tosse, vertigens, tontura, dor de cabeça, náuseas, enjoo, vómitos e perda da consciência. É absorvível pela pele e bastante irritante aos olhos.



banner opticenter

 

PUB

PUB

PUB

banner RedeRegional Moonspell InSantarem

PUB

Quem está Online?

Temos 593 visitantes e 0 membros em linha