chamusca-celia-barrocabanner festas

Categoria: Cultura

santaremconferenciapresidente

Santarém vai acolher uma conferência do “III Colóquio do Atlântico” no próximo dia 28 de novembro, a partir das 18 horas, no salão nobre dos Paços do Concelho.

“Filosofia Política de Joaquim Maria da Silva. Pessoa, Comunidade e Bem” é o nome da comunicação que será proferida por Carlos Pacheco Amaral, presidente da comissão organizadora dos Colóquios do Atlântico.

A terceira edição desta iniciativa, que decorre em Lisboa, Santarém e em Angra do Heroísmo, de 26 a 29 de novembro, é dedicada ao estudo da vida, obra e pensamento de Joaquim Maria da Silva (1830-1915).

Filósofo e liberal, foi também presidente da Câmara de Santarém de 1884 a 1886, e professor do Liceu Nacional de Santarém, onde exerceu o cargo de reitor durante cerca de 40 anos.

Em 1884, deu indicações para a construção do matadouro municipal e redigiu o regulamento dos talhos de Santarém, e esteve também envolvido na ideia da construção da Ponte D. Luís, além de ter fundado o jornal “O Scalabitano”, que redigiu e dirigiu.

Nascido em Angra do Heroísmo, Açores, em 1830, Joaquim Maria da Silva fixou-se em Santarém, onde tinha família, casou, viveu e integrou a elite intelectual, tendo privado com Alexandre Herculano, de quem era amigo pessoal e advogado.

Os Colóquios do Atlântico são promovidos pelo Instituto de Filosofia Luso-Brasileira e pelo Centro de Estudos Humanísticos da Universidade dos Açores, em parceria com o Centro de Estudos de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves