PUB

banner chamusca covid mata

PUB

nersant business +2

PUB

cms covid 2021b

PUB

clickaporta

cartaxoescolatemtalento

Uma impressionante interpretação de Jon Bon Jovi valeu a Jorge Valério, aluno do 12º ano da Escola Secundária do Cartaxo, a vitória na 4ª edição da gala "A Escola Tem Talento", que decorreu no centro cultural da cidade no passado dia 13 de maio.

O concurso reuniu 12 concorrentes, individuais e em grupo, que subiram ao palco para mostrar os seus talentos em áreas como o canto, a dança, a execução instrumental e o teatro, num espetáculo em que participaram ainda os alunos do Clube de Teatro Marcelino Mesquita, um grupo de alunos de Artes e de Humanidades com uma performance sobre Cesário Verde, o grupo Cantares d’Aldeia, o professor Paulo Jarego, e a banda "Tough and Crazy", além de uma homenagem ao aluno Nick desempenhada pelo amigo João Santos

O júri de sete elementos deliberou atribuir o terceiro lugar ao dueto de Francisco Barão dos Santos ao piano e Daniela Ramos na voz, pela originalidade com que interpretaram “Eu não sei quem te perdeu” de Pedro Abrunhosa.

O segundo lugar foi para uma performance de dança contemporânea, coreografada e executada pelas alunas Rita Caeiro e Carolina Rodrigues, ao passo que a interpretação de "Dead or Alive", dos Bon Jovi, valeu a Jorge Valério o primeiro prémio e os muitos aplausos do júri e da plateia que esgotou o CCC.

Os lucros desta iniciativa, dinamizada pelo grupo de EMRC e pelos clubes "DalÍD’Arc" e "Bigbenglish" do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, revertem a favor da Casa do Pombal - Casa Mãe, uma instituição de acolhimento de crianças em risco, em Aveiras de Cima.

eprm

A Escola Profissional de Rio Maior (EPRM) realizou nos dias 5, 6 e 7 de Maio as suas XXII Jornadas Profissionais. Ao longo dos três dias houve tempo para várias iniciativas, a começar pela Sessão de Abertura, presidida pelo secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, e que contou com várias personalidades ligadas à escola e à autarquia, incluindo a presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Isaura Morais, e o diretor Pedagógico da EPRM, Luciano Vitorino.

Os oradores foram unânimes em destacar o sucesso da EPRM ao longo dos últimos anos e a cada vez maior importância do ensino profissional na formação dos jovens, facto destacado pelo secretário de Estado, Emídio Guerreiro, também ele um ex-diretor de uma escola Profissional.

A cerimónia houve também lugar para a entrega dos Prémios de Mérito 2015 aos melhores alunos dos cursos finalistas: Auxiliar de Saúde, Instalações Elétricas e Energias Renováveis. O primeiro classificado de cada curso recebeu 200 euros, o segundo 100 euros e os terceiros 50 euros.

No ultimo dia das Jornadas, realizou-se o colóquio “Novos Desafios: Motivar e Acreditar” em que orador convidado foi o portuense Paulo Ferreira, Sales Project Manager da Impact Sales, um comunicador e motivador por excelência e que veio à EPRM “abanar as mentes” dos alunos que esgotaram a sala do Cineteatro Municipal.

Durante os três dias, a EPRM foi visitada por algumas centenas de alunos de várias escolas da região, que participaram em várias atividades programadas para eles, visitaram as exposições técnicas dos cursos e conheceram os nossos novos cursos para o próximo ano letivo.

"As Jornadas Profissionais são para a toda a comunidade escolar um momento muito importante e de grande realização profissional e pessoal. É um momento em que toda a comunidade escolar se envolve e desenvolve atividades com um fim comum: dar a conhecer às entidades, às empresas, aos jovens e às respetivas famílias a dinâmica do Projeto Educativo da EPRM e o Ensino Profissional de Excelência aqui ministrado", afirma a escola numa nota informativa enviada à Rede Regional.

joao bento

Aos 13 anos, João Silva Bento, aluno do 7º ano na Escola Secundária Manuel Fernandes, em Abrantes, sagrou-se campeão mundial de cálculo mental pelo segundo ano consecutivo, tendo obtido o recorde mundial da prova deste ano.

Residente em Alferrarede, João Silva registou um tempo médio de resposta às 15 perguntas de 2 segundos e 22 milésimos de segundo, totalizando 33,6 segundos para resolver mentalmente os problemas matemáticos apresentados no concurso., recorde mundial em todos os escalões da competição. Para se ter uma ideia do feito, o segundo classificado do seu escalão ficou a uma distância de 12 segundos, tendo obtido o tempo de 46,2 segundos.

Citado pela agência Lusa o jovem de Abrantes confessou que a vitória do ano passado lhe deu estímulo para fazer mais exercícios e treinou ainda mais para esta edição do que para o do ano passado.

Com uma velocidade de cálculo mental incrivelmente rápida desde pequeno, João Bento é descrito pelo pai como "um aluno mediano, um pouco nervoso, mas muito metódico".

Este amo Portugal ficou em primeiro lugar na geral do SuperTmatic - concurso de cálculo mental com jogo de cartas destinado ao treino das operações básicas da matemática -, com vários estudantes lusos a conquistarem posições cimeiras nos diversos escalões etários.

Mais artigos...

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

Aguas Ribatejo Atendimento 012 222

Quem está Online?

Temos 1100 visitantes e 0 membros em linha