PUB

chamusca covid continua

PUB

cms riscos

santaremprofsaecs

A grande maioria dos professores que lecionam Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC's) em três agrupamentos do concelho de Santarém vai regressar às escolas esta quinta-feira, 19 de fevereiro, o primeiro dia de aulas após a interrupção letiva do Carnaval.

Segundo a Rede Regional apurou, os docentes têm vindo a receber as verbas que lhes eram devidas desde o final da semana passada, altura em que o Ministério da Educação transferiu para a associação de solidariedade social que os contratou - a Knowhow - o dinheiro referente ao pagamento pelas AEC's, previsto num contrato que necessitou de visto do Tribunal de Contas.

Recorde-se que cerca de 90 professores deixaram de comparecer nas escolas do 1º ciclo dos agrupamentos Alexandre Herculano, Sá da Bandeira e D. Afonso Henriques no passado dia 2 de fevereiro, exigindo o pagamento das horas que já tinham cumprido desde o início do ano letivo.

Ao longo do período em que os docentes não compareceram nas salas para lecionar, os alunos foram vigiados por auxiliares de educação, uma solução de recurso que foi encontrada entre os três agrupamentos de escolas.

constanciabolsasdeestudo

A Câmara Municipal de Constância atribuiu 24 bolsas de estudo referentes ao ano letivo 2014 / 2105 a alunos do ensino superior oriundos de estratos sociais desfavorecidos ou de famílias que atravessam dificuldades económicas.

Segundo uma nota de imprensa da autarquia, as bolsas representam um investimento total de 13.200 euros.

O município "tem vindo a aumentar a atribuição do número de bolsas de estudo, tentando desta forma minimizar as dificuldades económicas que afetam os agregados familiares e constituem um sério obstáculo ao prosseguimento dos estudos por parte dos jovens", lê-se na mesma nota.

A Câmara garante ainda que, mesmo numa conjuntura em que as autarquia estão a passar por dificuldades, este apoio social não deixará de ser prestado.

Imagem de Arquivo / Ilustrativa

A concelhia do Partido Socialista de Santarém estranha o que considera ser “a passividade” da Câmara de Santarém perante os problemas com as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC's), que têm deixado alguns alunos sem esta aulas, e questiona “para quando uma tomada de posição” da autarquia sobre este assunto.

Embora reconheça que “a responsabilidade por este lamentável estado de coisas reside com o poder central, no Ministério da Educação”, os socialistas de Santarém lamentam a incompreensão que dizer estar a acontecer perante as crianças e as suas famílias.. De tristeza pela não realização de algumas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC's), uma parte importante das suas atividades diárias na escola, e de incompreensão pela incapacidade de perceber a que se deve essa situação.

Recorde-se que várias crianças de todo o país estão sem AEC’s porque o Ministério da educação não transferiu a remuneração dos professores para as empresas que asseguram estas atividades nas escolas do 1º ciclo.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 682 visitantes e 0 membros em linha