PUB

banner chamusca alice adiado

PUB

banner cms riscos

cartaxo aecs
Cerca de trezentas crianças, entre os 6 e os 10 anos, ocuparam na quinta-feira, 11 de junho, a escola EB1 n.º1 - José Tagarro, no Cartaxo, para uma tarde dedicada à prática desportiva, que promoveu também a entreajuda, a confiança e o espírito de equipa.

Valorizar o respeito pelos parceiros de jogos, ou ganhar confiança nas suas próprias capacidades, enquanto se ultrapassam receios e vencem desafios, foram alguns dos objetivos que as crianças que frequentam as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), do Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, promovidas pelo Jardim de Infância do Cartaxo.

Oriundas dos 4 anos do 1.º ciclo do ensino básico, das escolas 1, 2 e 3 do Cartaxo, 1  e 2 de Vila Chã de Ourique e da escola de Valada, as crianças que participaram no encontro, dividiram-se em grupos e percorreram todas as estações criadas no interior e no exterior da escola.

Jogar ao mata com esponjas ensopadas em água fresquinha foi uma diversão, mas deslizar por um cabo com a ajuda dos Bombeiros Municipais, marcar uns pontos no basquetebol ou acabar a tarde a formar letras gigantes para ser filmado por um drone, foram apenas mais algumas das alegrias que lhes estavam reservadas.

almeirimpedroribeiromiudas

Beatriz Rodrigues e Margarida Martinho, de 11 anos, são as duas alunas do 6º que passaram um dia inteiro com Pedro Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Almeirim, tendo descoberto um pouco daquilo que é a vida de um autarca.

"Eu também aprendi muito", confessou Pedro Ribeiro na sua página do Facebook, onde, ao longo do dia, foi descrevendo as etapas do seu dia-a-dia, que começou por volta das 8 da manhã e terminou já passavam das 22 horas.

A Beatriz e a Margarida começaram a jornada no estaleiro municipal, na zona industrial, tendo depois passado pelos trabalhos de preparação em curso para as festas da cidade, antes de chegar aos paços do concelho.

Na Câmara, assistiram a reuniões de trabalho e visitaram os vários departamentos, antes de partir para Salvaterra de Magos, onde ficaram a conhecer a sede da Águas do Ribatejo e o trabalho que por lá se faz, explicado pelos responsáveis da empresa intermunicipal, que convidaram as jovens a testar a qualidade da água nos laboratórios da empresa.

As jovens ficaram ainda a conhecer o aterro da Raposa, onde acompanharam Pedro Ribeiro numa reunião com Dionísio Mendes, e passaram ainda pelos preparativos para a festa na freguesia da Raposa, antes de seguirem para a Feira Nacional da Agricultura.

No Cnema, em Santarém, as jovens acompanharam a visita do secretário de Estado do Ordenamento do Território, onde conheceram outros autarcas da região, e visitaram os stands da Câmara de Almeirim, da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo e de algumas empresas do concelho.

Esta "presidência aberta", que se realizou a partir de um desafio lançado por um ATL do concelho, regressou à Câmara de Almeirim ao final da tarde e terminou já depois de jantar no quartel dos Bombeiros Voluntários de Almeirim, onde as jovens estudantes conheceram o parque de viaturas.

"A cidadania também se ensina", afirma Pedro Ribeiro, explicando que aceitou de imediato o repto que lhe foi lançado há algum tempo para mostrar aos mais jovens o trabalho de um autarca, e diz-se aberto "a estas e a outras iniciativas".

"Acho que ficaram com uma ideia o que eu faço todos os dias", afirma o autarca, explicando que as jovens mostraram sempre bastante interesse durante todas as etapas desta jornada diária.

Resta saber se a experiência lhes despertou o bichinho da política.

riomaior mercadinho

A cidade de Rio Maior foi palco, no fim de semana de 6 e 7 de junho, do seu primeiro Mercadinho Romano, um evento organizado pela autarquia local que privilegiou a interacção com a comunidade escolar e que contou com a participação da Escola Secundária de Rio Maior, EBI Marinhas do Sal, EBI Fernando Casimiro, Colégio Alto Pina e ainda a 1ª e 2ª Secção do Agrupamento 403 de Rio Maior do Corpo Nacional de Escutas.

Durante dois dias a Praça do Comércio recebeu bancas de produtos hortícolas, sabonetes artesanais, ervas aromáticas, doçaria e uma Taverna Romana onde os Escuteiros de Rio Maior apresentaram muitas iguarias e boa sangria tradicional, tudo comercializado com "moeda romana" criada propositadamente para a utilização neste primeiro Mercado Romano de Rio Maior.

Lugar ainda neste evento para a realização de jogos tradicionais e romanos, cortejos, demonstrações de legionários e danças que também se estenderam às ruas envolventes e Praça da República.

Nos dois dias do Mercadinho a equipa da Casa Senhorial D'El Rei D. Miguel, para além de coordenar todo o desenrolar do evento, esteve disponível para a realização de visitas guiadas à Casa Senhorial D' El Rei D. Miguel e Villa Romana.

De destacar, para além dos muitos visitantes, a adesão espontânea de muitos lojistas das ruas envolventes à Praça do Comércio que se apresentaram também eles com visual próprio da época romana valorizando dessa forma ainda mais o evento.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 466 visitantes e 0 membros em linha