PUB

cm chamusca covid

PUB

banner fna2021

PUB

cms fna2021

PUB

castelo bode

material didatico

O Executivo Municipal de Azambuja aprovou um apoio financeiro total de 8.100€ às atividades letivas do ensino pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico, no ano letivo 2014/2015.

A verba representa uma atribuição nominal de 50 euros por trimestre a cada uma das turmas daqueles níveis de ensino para materiais didáticos e de desgaste. Refira-se que dos três agrupamentos do concelho estão constituídas 54 turmas: 14 em Vale-Aveiras, 11 no Alto Concelho e 29 em Azambuja.

A medida prende-se com a evidente importância dos materiais didáticos e de desgaste para a qualidade educativa, sendo uma responsabilidade da autarquia garantir a sua disponibilização. Por outro lado, pretende-se dar uma resposta mais eficaz em função das necessidades específicas de cada professor e de uma agilização dos procedimentos de aquisição.

marcelorebelodesousa

O conhecido professor Marcelo Rebelo de Sousa vai estar na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes no dia 5 de novembro, a partir das 14h30, para participar numa conferência sobre “A Comunicação”.

A iniciativa, organizada pelos estudantes da licenciatura em Comunicação Social daquela escola, pretende abranger a comunidade abrantina, pelo que será aberta ao público em geral.

O professor vai falar sobre a comunicação social atual, a forma como vê as mudanças introduzidas pelos canais privados no panorama audiovisual e o que pensa sobre o ensino da Comunicação Social nas escolas superiores portuguesas, entre outros temas.

Marcelo é licenciado em Direito e doutor em Ciências Jurídico-Políticas. Aderiu ao Partido Social Democrata após a sua fundação, em 1974, foi diretor do jornal Expresso e ganhou popularidade como comentador na estação de rádio TSF. Atualmente é comentador no Jornal Nacional da TVI e também professor na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. 

abrantesempresariosnaescola

Os professores da região do Médio Tejo que implementaram no ano letivo 2013-2014 a metodologia "EMPRE – Empresários na Escola" estão já a receber o seu certificado de participação na Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo, que lhes atribui dois créditos para a progressão na carreira.

O diploma reconhece os 24 docentes dos 2º e 3º ciclos que, entre Fevereiro e Março de 2014, integraram a oficina em Empreendedorismo, atestada pelo Centro de Formação de Associação de Escola, com a duração de 25 horas presenciais.

Nas restantes 25 horas de trabalho autónomo, os professores aplicaram a metodologia EMPRE nas suas turmas em escolas em Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Sertã, Tomar e Vila de Rei.

No ano letivo passado, a aplicação deste projeto, que visa estimular o espírito empreendedor nos alunos do 5º ao 9º ano, envolveu um total de 394 alunos, 30 docentes e 13 escolas, que criaram 22 projetos, segundo uma nota de imprensa do Tecnopolo do Vale do Tejo (TagusValley).

O TagusValley adianta ainda que irá assinar em breve "um protocolo de cooperação com o Centro de Formação de Associação de Escolas, no sentido de certificar as formações dos docentes, também, para este ano letivo (2014-2015)".

O EMPRE - Empresários na Escola" arranca no início do ano letivo, quando os alunos são desafiados a formar equipas e investir dinheiro real numa “empresa” por eles criada.

Cada grupo de estudantes aplica os vários processos de uma empresa, desde a criação de uma identidade corporativa, passando pelo estudo de mercado e a definição das gamas dos produtos, trabalhando com fornecedores e clientes, o que culmina com a realização de uma feira, que é o ponto mais alto do projeto. 

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

Anuncio AR Chamusca

PUB

almeirim sopapedra

Quem está Online?

Temos 536 visitantes e 0 membros em linha