A Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT) vai iniciar durante o mês de janeiro um novo projeto de Formações Modulares gratuitas para empregados e desempregados, que terá a duração de dois anos, a exemplo daquele que está atualmente a terminar.

Slide thumbnail

A escola terá várias Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD) nas áreas de “Ciências Informáticas”, “Comércio, Contabilidade e Fiscalidade”, “Enquadramento na Organização/Empresa”, “Hotelaria e Restauração”, “Indústrias Alimentares”, “Marketing e Publicidade”, “Proteção do Ambiente”, “Secretariado de Trabalho Administrativo”, “Serviço de Apoio a Crianças e Jovens”, e “Trabalho Social e Orientação”.
Este projeto, segundo uma nota de imprensa da EPVT, “visa potenciar a empregabilidade da população ativa e também dos desempregados (em situação de desemprego há menos de um ano), sendo que as formações são gratuitas, certificadas, de 25 ou de 50 horas e os formandos podem ainda receber subsídio de alimentação”.
Recorde-se que a escola está a terminar um projeto de Formações Modulares gratuitas para empregados e desempregados, que iniciou em setembro de 2018 e que encerra em fevereiro de 2021, em que realizou 29 UFCD e envolveu cerca de 650 formandos.