tomarluizoosterbeek

Luiz Oosterbeek, professor no Instituto Politécnico de Tomar (IPT) e presidente do Instituto Terra e Memória, em Mação, foi eleito secretário-geral do Conselho Internacional de Filosofia e Ciências Humanas (CIPSH).

Fundado a 18 de Janeiro de 1949, no seio da UNESCO, o CIPSH reúne a União Académica Internacional e as federações internacionais das disciplinas de filosofia e ciências humanas (História, História da Arte, Linguística e Literatura, Estudos Clássicos, Pré-História e Proto-História, Filosofia, entre outras).

Neste momento, este organismo coordena um movimento de reflexão internacional sobre o sentido e a função das humanidades nas sociedades do século XXI e participa nos principais programas internacionais de ciência, tecnologia e desenvolvimento, em colaboração com a UNESCO e as academias e universidades dos diversos países.

Professor de arqueologia pré-histórica e de gestão do território no IPT, Luiz Oosterbeek é formado pelas Universidades de Lisboa, Porto e Londres, e é investigador do Centro de Geociências da Universidade de Coimbra (recentemente avaliado com excelente pelos painéis de avaliação da FCT/ESF), no qual coordena o Grupo de Quaternário e Pré-História, com sede em Mação.

Com projectos de investigação na Europa, na América Latina e em África, Oosterbeek publicou mais de 40 livros e 300 artigos com estudos de arqueologia (especialmente sobre as origens da agricultura e padrões de mobilidade das sociedades humanas), arte rupestre, gestão do património e gestão do território.