PUB

chamusca covid continua

PUB

cms riscos


O Tecnopólo do Vale do Tejo (TagusValley) é uma das entidades que integra o Grupo Local de Suporte do “UrbanBiogas”, um projecto pioneiro que pretende preparar cinco cidades europeias para a produção de biogás a partir de resíduos sólidos.

Em Portugal, Abrantes é a cidade-piloto para acolher este projecto apoiado pelo programa “Energia Inteligente para a Europa” e dinamizado a nível local pela Câmara Municipal, pela Agência Regional de Energia e Ambiente do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul (MédioTejo21) e pela IrRADIARE.

As restantes cidades europeias são Zagreb, na Croácia, Rzeszów, na Polónia, Graz, na Áustria, dValmiera, na Letónia.

O projecto, segundo uma nota de imprensa da TagusValley, visa “a produção de biometano a partir de resíduos sólidos urbanos, podendo ser utilizado para alimentar a rede de gás natural e opcionalmente para transportes”.

Adicionalmente, acrescenta a mesma nota, “o UrbanBiogas desenvolve boas práticas nas várias regiões para uma melhor gestão e aproveitamento de resíduos de modo a que a produção deste vector energético renovável integre o mercado da energia”.

O Grupo Local de Suporte já efectuou visitas técnicas ao sistema de aproveitamento energético de Biogás da VALNOR, em Concavada (Abrantes), à central de valorização orgânica de resíduos sólidos urbanos biodegradáveis e ao aterro sanitário em exploração com captação de biogás da Valorlis, em Leiria, e tem registado uma boa adesão por parte de empresas já contactadas.

O “projecto surgiu em 1 de Maio de 2011 e pretende que, em 2020, 70% dos actuais resíduos orgânicos urbanos inexplorados sejam valorizados em termos energéticos quer para alimentar a rede de gás natural quer para os transportes, prevendo-se uma estimativa de investimento de 17 milhões de euros nas cinco regiões-piloto abrangidas”, explica ainda a nota da TagusValley.

A 49ª edição da Feira Nacional da Agricultura vai ser oficialmente inaugurada pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no sábado, dia 2 de Junho.

A chegada do chefe de Estado ao Cnema está prevista para as 16h30, a que se segue o habitual périplo pelo recinto da feira e contacto com os expositores que marcam presença no certame, o maior a nível nacional dedicado à fileira agrícola.

Segundo um comunicado de imprensa da organização, a cargo da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, visita a feira no dia 6 de Junho, às 12 horas.

Alertar e sensibilizar para a produção e consumo de produtos portugueses é o tema em destaque este ano, em que a feira, mesmo numa conjuntura económica desfavorável, se pretende afirmar como um pólo de atracção não só para os profissionais do sector, mas também para o público consumidor em geral.

Mais informações em:

Feira aposta na promoção dos produtos portugueses

Fersant já tem 70 empresas garantidas

Jorge Palma na Feira Nacional da Agricultura

 


A Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) desenvolveu recentemente acções de promoção em Moscovo, com o objectivo de reforçar a imagem de qualidade dos vinhos do Tejo na Rússia.

“A aposta no aumento de quota de mercado na Rússia, país em que os vinhos portugueses são ainda pouco conhecidos, é um processo em que a conquista da confiança dos importadores locais na qualidade das marcas assume capital importância”, explica José Pinto Gaspar, presidente da CVR Tejo, organismo que marcou presença neste país pelo terceiro ano consecutivo.

Para cimentar esta “relação de confiança”, os vinhos do Tejo realizaram uma prova aberta e uma prova comentada de vinhos da região no Radisson Royal Hotel, em Moscovo, no dia 17 de Maio, que registou uma grande afluência de importadores e jornalistas russos do sector.

Durante esta iniciativa, vários produtores fecharam negociações, pelo que se espera um crescimento dos negócios de vários produtores participantes. As acções de promoção incluíram ainda uma operação de charme que envolveu um jantar vínico VIP, no qual foram harmonizados pratos russos com vinhos do Tejo, a bordo de um barco que efectuou um passeio pelo rio Moscovo, numa iniciativa que contou com a presença do Embaixador português em Moscovo, Pedro Bártolo.

José Pinto Gaspar acredita que a delegação ribatejana, composta pelo número recorde de 13 produtores, conseguiu “consolidar uma imagem francamente positiva atingiu um patamar de confiança junto dos importadores locais capaz de catapultar os vinhos neste mercado”.

Participaram nesta missão a Adega Cooperativa de Almeirim, a Quinta Casal Monteiro, Casal da Coelheira, Casal do Conde, Casal Branco, Quinta da Ribeirinha, Quinta Vale do Armo, Quinta da Alorna, Casa Cadaval, Fiúza & Bright, Falua, Agro-Batoréu, e SA Areias Gordas.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

PUB

promo almeirim1

Quem está Online?

Temos 787 visitantes e 0 membros em linha