PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

A Silvex registou um crescimento de 16% em 2011, num ano de particulares dificuldades para todo o tecido produtivo português e em especial para as pequenas e médias empresas (PME’S).

O “motor do crescimento”, segundo um comunicado da empresa líder de mercado na conservação e embalagem alimentar com sede em Benavente, têm sido as exportações, que cresceram 87% no ano passado e permitiram atingir um volume de negócios de 28,8 milhões de euros.

Estes resultados permitiram à Silvex subir quatro posições no ranking das 1.000 maiores PME’s portuguesas, ocupando agora o 152º lugar.

No seu sector de actividade, a “química”, a empresa surge na 6ª posição da classificação.

A inovação foi outro dos factores chave para o bom desempenho no mercado, sobretudo através do lançamento da película aderente biodegradável, a mais recente novidade da empresa. “Tem o potencial de garantir o crescimento da Silvex para os próximos anos”, salienta o mesmo comunicado, onde a empresa explica que tem a decorrer, já numa fase bastante avançada, um novo projecto de inovação & desenvolvimento, o filme agrícola bio.

“Trata-se do desenvolvimento de filme agrícola biodegradável e compostável para cobertura do solo, cujos testes se iniciaram em Abril de 2010”, adianta a Silvex, que garante neste momento cerca de 240 postos de trabalho.

Um conjunto de quatro cooperativas do Ribatejo e Oeste decidiram constituir uma União de Cooperativas de Segundo Grau, cujo objetivo é corresponder aos anseios individuais e dar resposta às necessidades do setor.

Agrocamprest, Benagro, Cadova e CDA foram as quatro cooperativas que se juntaram para criar a União Agrícola de Cereais e Hortícolas, UCRL (Univegetal), que tem sede na Chamusca.

Segundo informação publicada no site oficial da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), as quatro entidades sentiram que, em conjunto, poderiam ter uma ação mais abrangente e encontrar soluções que individualmente não teriam dimensão nem capacidade para alcançar.

A Univegetal pretende promover a instalação de uma unidade de recolha secagem e armazenagem de cereais na Lezíria do Tejo, um projeto iniciado pela Agrocamprest. Por outro lado, a nova entidade tenciona promover o desenvolvimento de uma unidade de recolha, secagem, classificação e armazenagem de arroz, igualmente na região da Lezíria do Tejo, para apoio à cultura de arroz. Trata-se, neste caso, de um projeto iniciado pela Benagro.

Entre as primeiras iniciativas da Univegetal consta ainda o apoio à instalação de uma unidade de produção de bioetanol, a partir de matérias-primas e biomassa nacionais. Este projeto foi iniciado na área da Cadova mas, pela sua dimensão, deverá influenciar todo o Ribatejo. Para além disso, esta nova união agrícola, pretende ainda promover e desenvolver o setor hortofrutícola, principalmente na vertente das horto-industriais, bem como estimular as culturas ligadas à exportação.

A tomada de posse dos órgãos sociais da Univegetal teve lugar no dia 30 de março, no CNEMA, em Santarém

A edição de 2012 da Feira Empresarial da Região de Santarém (Fersant), que este ano se realiza de 2 a 10 de Junho, no CNEMA, em conjunto com a Feira Nacional da Agricultura, conta já com a inscrição de 70 empresas.

No certame estarão representadas grande parte das entidades, organizações, instituições e empresas do distrito de Santarém, que acabam por beneficiar desta fusão de sinergias, constituindo assim o maior encontro empresarial da região.

No âmbito da sua estratégia de visita regular às empresas regionais, a Nersant já começou a sensibilizar as empresas para a importância da participação nesta feira, que acolhe anualmente milhares de pessoas de todo o país.

As empresas que quiserem podem ainda inscrever-se no Departamento de Feiras e Certames da Nersant, através do número 249 839 500 ou do e-mail dfc@nersant.

Mais artigos...

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 942 visitantes e 0 membros em linha