Economia


As áreas do agroalimentar, da madeira e mobiliário, da construção civil, da metalomecânica e dos minerais não-metálicos são os cinco sectores chave do Ribatejo, segundo a Nersant, que publicou estudos sectoriais sobre cada um deles.

Além da sua caracterização detalhada, estes estudos sectoriais de carácter prospectivo tentam definir estratégias de negócio vencedoras para as empresas destas áreas

Cada um destes documentos "tem como objectivo realizar um diagnóstico para o sector a que diz respeito, bem como apresentar propostas de acção a serem implementadas pelas empresas da área a que diz respeito o estudo, com vista ao aumento das suas actividades de inovação e internacionalização", explica uma nota de imprensa da associação empresarial.

As empresas interessadas em aceder aos estudos sectoriais podem contactar a Nersant através do número 249 839 500, ou visualizar os mesmos através da página da associação na internet, em www.nersant.pt.

"A preparação dos estudos envolveu um trabalho alargado de recolha de informação, privilegiando-se a opinião de agentes locais conhecedores da realidade empresarial, bem como fontes de bibliográficas identificadas como fontes de informação de referência", explica a mesma nota de imprensa, que acrescenta ainda que os documentos contêm ainda diversos " casos de sucesso, com os quais as empresas do Ribatejo se podem identificar e inspirar a vários níveis".