PUB

chamusca 6eventos

PUB

visite santarem

PUB

Economia

O lançamento do livro “300 anos da Feira de Setembro” vai ser um dos principais momentos da Feira Nacional da Cebola (FRIMOR) de Rio Maior, que arrancou ao final da tarde desta quinta-feira, 1 de setembro, e se estende até ao próximo domingo, no pavilhão multiusos da cidade.

wshoppingSlide thumbnail

O lançamento da obra, da autoria de Sónia Rebocho e Ricardo Rosário, dois técnicos da Câmara de Rio Maior, está marcada para esta sexta-feira, 2 de setembro, pelas 19h30min, no “Espaço Wine Bar” da FRIMOR.

wshoppingSlide thumbnail

A edição surge na sequência da identificação de uma “Provisão Real” assinada por D. João V, datada de 9 de junho de 1722, na qual o rei autoriza os moradores do então Lugar de Rio Maior a mudar a sua feira para o dia 15 de setembro de cada ano.
“Com esta informação, garantimos o conhecimento para podermos afirmar que a nossa Feira de Setembro celebra este ano 300 anos”, explicou Filipe Santana Dias, o presidente da Câmara de Rio Maior, durante a inauguração da FRIMOR.
Sublinhando que esta feira “é sem dúvida o evento mais antigo da comunidade riomaiorense”, o autarca destacou que “nos últimos anos, Rio Maior tem apostado fortemente naquele que é o seu património material e imaterial, na investigação e na descoberta da sua história, e na procura incessante da informação que nos permita conhecer cada vez melhor o nosso passado”.
Em termos de conteúdos, o livro recorda as muitas iniciativas promovidas ao longo das últimas décadas no decurso da feira, entre as quais o antigo circuito ciclista, o encontro nacional de colecionadores, a miss Rio Maior os muitos espetáculos musicais e de variedades, demonstrações de paraquedismo e festivais aéreos, entre muitos outros.
Além do livro, a FRIMOR assinalou também a efeméride com a inauguração de um monumento evocativo à Feira de Setembro, colocado em frente ao pavilhão multiusos, na entrada do certame.

Certame regressa nos moldes habituais
riomaior frimor2022 inauguracao ceboleirosEm termos de organização, o certame de 2022 não foge muito às edições anteriores, com o espaço exterior envolvente ao multiusos ocupados pelos ceboleiros presentes na FRIMOR, e, no interior, uma área de exposição empresarial e de artesanato, uma zona dedicada aos produtos do setor agroalimentar do concelho, uma área de restauração explorado por coletividades locais e uma outra zona de divertimentos.
No que se refere ao cartaz musical, vão passa pelo palco da FRIMOR os Cauda da Tesoura e Pedro Abrunhosa (2 de setembro), Trigloditas e Paulo Gonzo (dia 3), e um festival de folclore (dia 4).

 



PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

aguas barco

PUB

agrande

Quem está Online?

Temos 460 visitantes e 0 membros em linha