PUB

ascencao22

PUB

banner cms 25abril

PUB

 PUBbanner fna2022

Economia

As empresas “Trilho Saloio“ e “Ribanuts”, que desde 2019 estão a desenvolver plantações de nogueiras e uma unidade de secagem de frutos secos e de olival, na Quinta das Chantas, em Alcanhões, vão criar 22 postos de trabalho diretos, num investimento global de 12 milhões de euros, em que 10 milhões de investimento são de capital próprio.

wshoppingSlide thumbnail

A informação é avançada pela Câmara de Santarém, cujos vereadores Diogo Gomes e Nuno Russo visitaram as empresas esta quinta-feira, 5 de maio, onde foram recebidos pelo empresário João Nogueira Sanches, que pretende aumentar a plantação de nogueiras para 1700 hectares, até 2030.

Este empreendimento, que já conta com 327 hectares de nogueiras plantadas, pretende integrar e valorizar a fileira das nozes, através da construção de uma unidade para secar, partir e embalar as nozes, naquela que é uma das maiores unidades de processamento de nozes do país, e cuja inauguração está prevista para setembro deste ano.

Este projeto, para além de ter sido aprovado pelo Município de Santarém, pelo investimento que trouxe para o concelho e pela aposta em capital humano, recebeu apoio do programa “Via Expresso Investidor”, aprovado em Reunião de Câmara de 4 de novembro de 2019.

A produção, descasque e embalagem de nozes, vai permitir a comercialização de nozes com casca, miolo inteiro e metades, para além da secagem dos frutos secos.

O proprietário também está a desenvolver o projeto de criação de um novo azeite, que tem o nome “Alma do Ribatejo”. O azeite começou a ser produzido este ano, com as azeitonas das plantações dos 160 hectares de olival, e promete oferecer um azeite frutado e peculiar.



PUB

scalhidraulica 2021

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

armyaqua

PUB

almeirim adocao

Quem está Online?

Temos 665 visitantes e 0 membros em linha