PUB

ascencao22

PUB

banner cms 25abril

PUB

 PUBbanner fna2022

Economia

A empresa municipal Águas de Santarém (AS), que gere o abastecimento de água e saneamento neste concelho, tem previstos investimentos de 4,55 milhões de euros em 2022, mais 338 mil euros (+8%) relativamente a 2021.

wshoppingSlide thumbnail

O anúncio foi feito esta segunda-feira, 24 de janeiro, pelo presidente do conselho de administração da empresa, Ramiro Matos, durante a apresentação do Plano de Atividades e Orçamento da Águas de Santarém para o ano de 2022, aprovado com os 8 votos do PSD e PS e o voto contra do Chega.

Apesar do decréscimo de receitas em 2021, devido à pandemia, Ramiro Matos lembrou a manutenção do tarifário para 2022, já aprovada, e salientou os dados recentes de um estudo comparativo da DECO, que coloca Santarém como a terceira capital de distrito com os preços de água e saneamento mais baixos, tendo também melhores condições que os municípios vizinhos, servidos pelas Águas do Ribatejo. "Tentamos não onerar neste momento os nossos clientes", disse.

Neste investimento para 2022 não está prevista qualquer despesa com o maior investimento que a empresa irá fazer nos próximos tempos - a remodelação da ETAR de Santarém - uma vez que a revisão do projeto e a sua adequação a novos parâmetros se encontra em curso, prevendo-se a conclusão do mesmo no inicio do ano, seguindo-se a abertura do concurso público internacional, o que deverá atirar o início das obras para final de 2022 ou início de 2023, com os custos a incidirem neste último ano.

No âmbito do abastecimento de água, o investimento rondará os 3,2 milhões de euros, destacando-se a substituição de cerca de 8 km de condutas, a conclusão da reabilitação dos reservatórios de S. Bento, a implementação do novo sistema de telegestão, a continuação dos projetos de telemetria, aliadas ao esforço de modernização e redução de perdas de água, assim como a substituição de contadores.

Ramiro Matos explicou ainda que o sistema de saneamento de águas residuais do concelho de Santarém, com cerca de 508 km de extensão, constituído por 21 Etares, exige uma política de gestão preventiva das infraestruturas mais antigas, acompanhada de novos investimentos, que deverão ser feitos com recurso a fundos do próximo quadro comunitário de apoio.

Face às dificuldades de contratar empresas para determinados serviços, a AS irá internalizar a construção de ramais, com a contratação de recursos humanos que possam ser reconvertíveis se a opção não for bem sucedida.

 

NOTÍCIA RELACIONADA:

Águas de Santarém mantém tarifário para 2022



PUB

scalhidraulica 2021

PUB

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

armyaqua

PUB

almeirim adocao

Quem está Online?

Temos 572 visitantes e 0 membros em linha