PUB

chamusca covid responsavel

PUB

banner cms riscos

Economia

A empresa Sumol+Compal, com fábrica em Almeirim, vai avançar para um processo de despedimento coletivo que deverá atingir 5,5% dos trabalhadores, o que corresponde a cerca de 8 dezenas de funcionários.

Slide thumbnail

Em comunicado, a empresa justifica as medidas com as alterações de natureza estrutural que a covid-19 tem provocado na economia nacional, como o teletrabalho e a exigência crescente de cadeias de abastecimento mais flexíveis, próximas e rápidas, situações que estão a provocar quebras acentuadas nas vendas da empresa face ao ano passado, sobretudo para o canal Horeca (hotéis, restaurantes e cafés), que regista quebras bem mais acentuadas.

A empresa, que em abril aderiu ao regime de lay-off simplificado, classifica a decisão como muito difícil e diz que a opção pelo despedimento coletivo foi tomada por se considerar que é aquela que maximiza a proteção social aos colaboradores abrangidos por este processo, nomeadamente no acesso ao subsídio de desemprego.

Não se sabe para já em que áreas ou unidades fabris serão feitos os despedimentos.



leziria startup

 

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 601 visitantes e 0 membros em linha