PUB

banner chamusca alice

PUB

banner cms riscos

Economia

Segundo Miguel Carrinho, as empresas do sector das águas e saneamento não podem ficar à espera do surgimento de imprevistos como a pandemia provocada pela COVID-19 definir estratégias e implementar medidas.

Slide thumbnail

Esta foi uma das ideias defendidas pelo o diretor administrativo e financeiro da Águas do Ribatejo durante o webinar "COVID-19 - Acelerador de Decisões na Inovação" realizado pela Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA), que debateu o impacto da pandemia na gestão da água.
O departamento de informática da Águas do Ribatejo, segundo Miguel Carrinho, “foi fundamental para gerir a situação, sendo uma vantagem a maioria dos colaboradores já estar dotado de ferramentas tecnológicas devido à dispersão territorial da empresa”.
A resposta aos desafios da pandemia “foi muito natural e o balanço do teletrabalho instituído foi bastante positivo”, acrescentou o responsável, salientando que, mais cedo ou mais tarde, a sociedade iria considerar o teletrabalho uma opção, mas a pandemia veio impulsionar em muitos anos essa resistência.

 



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 1036 visitantes e 0 membros em linha