PUB

chamusca variacoes

PUB

carnaval santarem

Economia

A Alternative Worldwide Environmental Solutions (BB&G), empresa de capitais luso-americanos que atua na área do ambiente, vai investir seis milhões de euros na instalação de uma unidade no Parque de Negócios do Cartaxo (Valleypark).

Slide thumbnail

A instalação, segundo informações da Câmara do Cartaxo, está prevista já para 2020, ao passo que o início de funcionamento da fábrica deverá ocorrer no segundo trimestre de 2021.
A empresa anunciou a criação de 40 postos de trabalho diretos, numa unidade fabril que vai operar em regime de turnos, 24 horas por dia, para maximizar todo o potencial instalado.
O projeto, de acordo com uma nota da autarquia, “assenta numa tecnologia própria, patenteada, que tem vindo a ser desenvolvida e testada intensivamente, desde 2012, em resultado de um longo período de investigação, por parte da equipa de gestão e respetivos parceiros”, um “processo exclusivamente térmico, conduzido em contínuo, para conversão de pneus usados, sob a forma de borracha triturada (livres de metal e têxtil)”.
Trata-se de um projeto inovador, motivado por causas ambientais, enquadrando-se no âmbito da Economia Circular, explicaram os representantes da empresa, acrescentando que a unidade industrial “irá constituir uma alternativa viável para a reutilização dos referidos componentes utilizados na fabricação de pneus, possibilitando a sua incorporação enquanto matérias primas, em diversas industrias, ou até na fabricação de pneus novos, promovendo a sustentabilidade ambiental”.
O contrato foi assinado esta quinta-feira, 16 de janeiro, entre a Câmara do Cartaxo, representada pelo presidente Pedro Magalhães Ribeiro, a BB&G, representada pelos empresários Germano Araújo Carreira e David Fowler, e o Valleypark, representada pelo presidente José Eduardo Carvalho.
O empresário da BB&G explicou que o projeto conta com a parceria da Universidade de Aveiro, no âmbito da I&D, e será cofinanciado pelo Programa Portugal 2020.
Destacando o âmbito inovador de todo o processo, José Eduardo Carvalho, do Valleypark, afirmou que “há um projeto piloto desta linha de fabricação, em Fátima, no valor de 600 mil euros, e todos os que têm oportunidade de assistir ficam impressionados com este projeto que, no âmbito do Portugal 2020, foi aprovado com a maior ponderação de mérito que um projeto no nosso país pode ter”.
O facto da primeira unidade desta empresa ser construída em Portugal, no Município do Cartaxo, “é uma grande notícia para o concelho, uma ótima forma de começar 2020, e que nos alimenta a expectativa, fundamentada, de que em breve vamos voltar a estar aqui, a anunciar mais investimentos para o nosso parque de negócios”, afirmou o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro.

 



PUB

PUB

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

barquinha savel lampreia 2020

PUB

Quem está Online?

Temos 902 visitantes e 0 membros em linha