Economia

A empresa municipal Águas de Santarém alerta os seus clientes contra uma “entidade exerna” que está a contactar os seus clientes para proceder a um questionário de satisfação da prestação de serviço e, posteriormente, para marcar uma visita a casa para se proceder a uma recolha de água, para analisar os seus parâmetros de qualidade.

Em comunicado, a Águas de Santarém E.M., refere que não solicitou “este tipo de inquéritos, e muito menos recolhas de água para análise, a outra entidade”. Acrescenta que “a água que é distribuída é obrigatoriamente controlada por análises rigorosas efetuadas de acordo com o Decreto-Lei n.º 306/2007, de 28 de agosto, que rege a qualidade da água destinada ao consumo humano”.

Ainda segundo a Águas de Santarém, o plano de controlo da qualidade da água é elaborado e apresentado anualmente à Entidade Reguladora para aprovação e posterior execução. “A recolha das amostras e respetivas análises são efetuadas por laboratório acreditado pelo Instituto Português da Qualidade”, pode ler-se no comunicado.

A empresa responsável pelo abastecimento de água e saneamento no concelho de Santarém foi alertada para esta fraude por informações de alguns clientes, que referem que a dita entidade diz-se ao serviço da Águas de Santarém, situação que a empresa nega categoricamente.

Este tipo de situação é muitas vezes utilizado por empresas de venda de sistemas de filtragem de água, que assim tentam ter acesso mais fácil à casa dos clientes.