Economia

O hipermercado Jumbo do Retail Park de Santarém vai fechar portas ao público no próximo dia 4 de Junho.

Os funcionários, apanhados de surpresa, começaram a ser informados na manhã de sexta-feira, 23 de Março, após terem sido convocados para reuniões com a direcção da loja.

“Disseram-nos que era uma decisão inevitável, tendo em conta a quebra nas vendas e a diminuição do número de clientes”, adiantou à Rede Regional um dos trabalhadores do hipermercado, que pede reserva de identidade.

“Todos têm vindo a ser informados deste balde de água fria e está toda a gente muito preocupada com o futuro”, acrescentou.

Segundo o mesmo, a empresa garantiu que vai propor ajudas de custo para os funcionários transitarem para outras lojas do grupo, tentando evitar ao máximo os despedimentos, mas os próprios trabalhadores estão apreensivos quanto a esta solução.

“A loja mais perto que temos é no Carregado e não consegue de maneira nenhuma absorver o pessoal todo que aqui trabalha", adiantou o mesmo, explicando que se tratam “de mais de 100 funcionários”, na sua maioria residentes no concelho de Santarém.

A Rede Regional contactou o hipermercado de Santarém, pedindo para falar com um responsável. "Durante o dia de hoje, não haverá ninguém disponível para prestar esclarecimentos", foi a única frase que ouvimos antes de desligarem o telefone.

Ouvida pela Rede Regional, a shopping center manager do Retail Park, Cláudia Seixas, diz-se impossibilitada “de adiantar qualquer comentário, uma vez não ter nenhuma informação oficial por parte da cadeia de lojas”.

 

Grupo Auchan confirma encerramento

Em comunicado enviado entretanto para a nossa redacção, o Grupo Auchan confirma que vai encerrar o Jumbo de Santarém “por não lhe ser mais possível sustentar uma unidade inserida num retail park que não conseguiu gerar atractividade suficiente”.

“Todos os 134 colaboradores que actualmente trabalham neste hipermercado vão ser convidados a integrar outras lojas do Grupo Auchan, num esforço para que não haja lugar a quaisquer despedimentos em consequência deste inevitável encerramento”, esclarece o mesmo comunicado, onde o grupo detentor da marca “Jumbo” salienta que “no sentido de encontrar a melhor solução para cada um dos colaboradores e para responder a todas as questões que sejam suscitadas por este processo, foram criados grupos de apoio” que já estão a funcionar.

“Pretende-se que este processo possa encontrar as soluções mais adequadas para os vários colaboradores desta unidade”, continua o Grupo Auchan, para quem esta decisão não altera a intenção de continuar a apostar e a investir em Portugal. “A construção em curso de um posto de combustível em Faro, a renovação do Jumbo de Gaia e a aposta na construção do novo centro comercial Alegro em Setúbal são disso exemplos claros”, sublinha o mesmo documento.