PUB

chamusca paulo betti

PUB

cms generico

Paulo Futre queixa-se de ter sido maltratado pela organização do Portugal Dakar Challenge 2011, que arrancou na sexta-feira, 30 de Dezembro, da Quinta das Pratas, no Cartaxo e garante que foi essa a razão pela qual não compareceu ao arranque oficial da prova, de que era o embaixador oficial.

Depois de saber pelo Rede Regional que a organização do evento tinha justificado a sua ausência por “motivos imprevistos de última hora”, o ex-futebolista decidiu explicar a sua versão do sucedido e, em contato telefónico com o nosso jornal, revelou que quando chegou à unidade hoteleira do Cartaxo, que fica a escassos metros do local da partida, foi informado que não havia reserva em seu nome.

O ex-futebolista não quer polémicas mas não esconde a tristeza pela forma como foi tratado, sobretudo depois de ter colaborado graciosamente com a organização – a cargo da empresa Global Challenges. Diz que o fez por amizade a algumas pessoas ligadas ao evento e pelo carinho que tem pelo Cartaxo e foi por esta razão que fez questão de, à noite, estar numa discoteca da cidade.

“O Paulo veio de propósito de Madrid e chegou ao Cartaxo às duas da manhã. Quando viu que a organização não tinha tido a fineza de lhe reservar um quarto no hotel não se sentiu confortável para estar na partida”, acrescentou um amigo do ex-jogador à nossa reportagem.

O Rede Regional tentou, várias vezes e de diversas formas contatar Gonçalo Terenas, responsável pela empresa Global Challenges, mas todos os contatos se revelaram infrutíferos.

Apesar da ausência de Futre, as 35 equipas participantes acabaram por partir com quase duas horas de atraso, rumo a Alenquer, onde se realizou o primeiro checkpoint intercalar, antes de passar por Torres Vedras e de chegar a Beja, onde se assinalou o final da primeira etapa desta expedição.

Os participantes, divididos em jipes, camiões e motos, vão cumprir quase 4.700 quilómetros, num total de 15 etapas em cinco países, até chegar ao mítico Lac Rose, no Senegal, a 13 de Janeiro. A passagem de ano vai decorrer em Portimão, antes da comitiva seguir para Rabat, já em Marrocos, onde começa a aventura nos duros cenários do continente africano.

Esta iniciativa, que pretende recriar o ambiente único do rally mais famoso do mundo, o Paris Dakar, mas sem a vertente competitiva, envolve duas missões dedicadas à solidariedade. Uma delas tem a ver com a promoção da saúde oral em países africanos e consiste na elaboração de um folheto bilingue sobre esta questão, em português e francês, a entrega de um kit dentário – composto por pasta, escova, fio dental e informação – e acções de rastreio oral em crianças marroquinas e senegalesas. Por outro lado, todos os participantes vão entregar equipamentos educativos em escolas de Marrocos.

Vários clubes a nível nacional encontram-se em estágio de trampolins com vista à preparação das seleções nacionais de juniores dessa modalidade. O estágio, organizado pelo Gimno Clube de Santarém, em parceria com Câmara de Santarém e com a Empresa Municipal Scalabisport, realiza-se no Pavilhão Gimnosdesportivo da cidade e recebe sete clubes - do Algarve a Santarém - que se juntaram para preparar os ginastas para os apuramentos das seleções nacionais que irão competir no próximo ano em São Petersburgo.

O antigo futebolista do Águias de Alpiarça e ex-director do Campeonato da Europa de 2004, António Laranjo, vai ser candidato às eleições para a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que se realizam a 12 de Janeiro.

António Laranjo, de 53 anos, aceitou o desafio feito por vários clubes dos campeonatos profissionais de futebol e afirma que avança livre de compromissos e certo de que o novo enquadramento da Liga exige um esforço de união por temas e causas vastos.

Entre estes, destaca a fiscalidade, promoção de jogadores nacionais, centralização de despesas e receitas, abertura de novos mercados, garantia de sustentabilidade da nova segunda Liga, apostas desportivas e tribunal desportivo.

"Para a necessária afirmação e desenvolvimento do futebol, considero indispensável existir uma estreita relação de parceria entre a Liga e a FPF, que promova a partilha de recursos em prol de objectivos comuns", concluiu.

Além dos cargos já referidos, António Laranjo, formado na área da Engenharia mas especializado em gestão de projectos, foi ainda presidente da Estradas de Portugal e administrador da REFER.

Mais artigos...

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

Quem está Online?

Temos 337 visitantes e 0 membros em linha