Imagem de Arquivo / Ilustrativa

A ciclista ribatejana Maria Martins foi eleita esta quarta-feira, 30 de dezembro, a atleta feminina do ano do Clube Nacional de Imprensa Desportiva (CNID), uma associação de jornalistas de desporto.

Slide thumbnail

A atleta da Moçarria, no concelho de Santarém, conseguiu 46 votos, batendo a judoca Telma Monteiro (40) e a canoísta Joana Vasconcelos (37).

Maria Martins já reagiu na sua página de Facebook, onde se diz “extremamente feliz” pela eleição. “Depois de um ano repleto de constantes altos e baixos, é um terminar de 2020 muito especial. Muito obrigada aos que tornaram isto possível!”, refere.

Maria Martins, de 21 anos, nasceu em Moçarria (Santarém) e foi Medalha de Prata no “Europeu” em eliminação, Medalha de Bronze em scratch e Medalha de Bronze no “Mundial” em eliminação.

“Uma excecional atleta de pista e de estrada e que logo nos juniores deu nota da sua classe em provas internacionais. Os resultados atuais fazem dela já uma das melhores atletas de sempre do desporto português e permitem antever que a carreira atingirá ainda outros pináculos. Neste ano tão estranho, Maria Martins é um raio de esperança”, refere a nota biográfica disponibilizada pelo CNID.

Na votação para o melhor atleta masculino de 2020, João Almeida obteve 80 votos, à frente do motociclista Miguel Oliveira (69) e dos pilotos Félix da Costa e Filipe Albuquerque (ambos com 41). O outro candidato ao galardão, Duarte Benavente (motonáutica), recebeu 17 votos.