PUB

chamusca covid responsavel

PUB

cms natal

A União Desportiva de Santarém foi eliminada da Taça de Portugal na tarde desta quarta-feira, 28 de Outubro, após Valter Júnior falhar o sexto penálti do desempate, num remate “à Panenka” defendido pelo guardião do Vilaverdense, o veterano Carlos, de 40 anos, que, entre outros, jogou no Boavista.

Slide thumbnail

O jogo, realizado em Vila Verde e a contar para a segunda eliminatória da prova, foi pautado pelo equilíbrio, com o primeiro golo do jogo, para o Vilaverdense, a ser apontado por Rafa Miranda, logo aos 2 minutos, na sequência de uma grande penalidade.

O União de Santarém empatou aos 88 minutos, por João Monteiro, e o jogo avançou mesmo para tempo extra.

O prolongamento não trouxe novidade e nas grandes penalidades, as equipas voltaram a empatar na primeira série de 5 pontapés, com André Fernandes (UDS) e Jailson (Vilaverdense) a serem os únicos a falharem.
Ao sexto pénalti, após o Vilaverdense fazer o 5-4, Valter Júnior quis imitar o internacional checo Panenka mas o guarda-redes Carlos fez-se valer da sua experiência e, a dois tempos, conseguiu defender a bola.

O União de Santarém, que tinha perdido na primeira eliminatória mas acabou por seguir em frente porque o Lourinhanense jogou com um atleta castigado, fica assim pelo caminho, já não havendo equipas ribatejanas na Taça de Portugal.

No jogo de hoje, a União foi orientada por Gonçalo Silva, que assumiu a equipa interinamente após a saída de André Luís



leziria startup

 

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

mrec mascaras

Quem está Online?

Temos 579 visitantes e 0 membros em linha