PUB

banner chamusca alice

PUB

banner cms escola

A construção da nova Casa do Benfica de Santarém, prevista paras as cafetarias atualmente devolutas do Jardim da Liberdade, está suspensa e só deverá arrancar no primeiro semestre de 2021, estando condicionada à evolução da atual pandemia de Covid-19.

Slide thumbnail

A revelação foi feita esta terça-feira, 13 de outubro, pelo próprio presidente do clube, Luís Filipe Vieira, durante uma sessão de esclarecimento aos sócios que se realizou no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, no âmbito das eleições do clube, que se realizam a 30 deste mês.

Luís Filipe Vieira disse que, numa primeira fase, o processo sofreu vários atrasos porque foi necessário “vencer algumas burocracias”, mas, com a colaboração da Casa do Benfica de Santarém e “o apoio e incentivo” da Câmara Municipal, foi possível ultrapassar as dificuldades e concluir o projeto, que já está aprovado, faltando apenas assinar o protocolo.

Perante quase meia centena de sócios e simpatizantes, muitos deles vindos de fora do concelho, Vieira deu a palavra ao diretor do departamento das Casas e Filiais do Benfica, Jorge Jacinto que explicou as várias componentes da obra, que vai criar cerca de 40 postos de trabalho e trazer “enormes mais valias desportivas e sociais”.

No final da sessão, questionado pelos jornalistas, Jorge Jacinto foi mais objetivo e revelou que o pedido para a suspensão do arranque das obras foi feito pelos parceiros do projeto, que não pretendem avançar com o investimento nesta fase de pandemia.

A direção do Benfica compreendeu e aceitou o pedido mas Jorge Jacinto garante que assim que a situação melhorar as obras vão mesmo começar. “Vamos avançar assim que esta questão da covid-19 nos ajudar”, disse.

O responsável pelas Casas do Benfica revelou ainda que o projeto, inicialmente orçado em 400 mil euros, deverá ficar por volta do milhão de euros. As obras desta primeira casa 2.0 do Benfica deverão durar “três a quatro meses”, sendo que este é um projeto-piloto que será depois replicado noutras casas do país e do estrangeiro.

“É muito mais que um café”, disse Jorge Jacinto, que acredita que a obra vai marcar a própria cidade, dando nova vida a um espaço vazio e degradado, que dará lugar a um edifício onde as crianças terão um espaço onde poderão usufruir de apoio às atividades letivas e desportivas, acompanhadas por profissionais qualificados, que funcionará das 9h00 às 24h00, juntamente com um espaço de restauração profissional e com os serviços do Benfica assegurados também por profissionais.



Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 496 visitantes e 0 membros em linha