Primeira equipa de sempre num jogo oficial do Vitória Clube de Santarém, em 2005-06

A fundação oficial foi apenas há 15 anos mas as origens do Vitória Clube de Santarém, popular coletividade deste concelho que se tem destacado sobretudo no futsal, remonta a 11 de agosto de 1995, quando o clube deu os primeiros passos nas ruas do pequeno bairro do Alto do Bexiga.

Slide thumbnail

Na altura, vários jovens decidiram proceder ao registo estatístico de todos os jogos que promoviam com os rivais da rua abaixo e demais adversários, em torneios escolares e regionais, desenvolvendo um sentimento de paixão e de mística por um clube virtual, que, dez anos mais tarde, em 2005, finalmente reuniu condições de se apresentar oficialmente ao concelho de Santarém.

Passados estes anos, o Vitória é já uma marca no topo do futsal nacional, assumindo o estatuto de ser um dos únicos quatro clubes do país atualmente reconhecidos pela Federação Portuguesa de Futebol como Entidades Formadoras Certificadas de Futsal Masculino e Feminino.

Num balanço feito a estes 25 anos, a direção do Vitória de Santarém recorda que o clube é atualmente o segundo maior do país em número de atletas de futsal federados, contando já com 215 praticantes na modalidade e 20 equipas em atividade, correspondentes a todos os escalões etários lúdicos e competitivos, de ambos os géneros.

O Vitória Clube de Santarém é também o maior representante do distrito nas provas de âmbito nacional nos últimos anos, registando-se 26 participações nas diversas provas organizadas pela FPF. Em 2020/21, destacam-se as participações dos escalões de Iniciados e Juniores Femininos nos respetivos Campeonatos Nacionais.

Até hoje o Vitória conquistou 48 títulos oficiais, nos diversos escalões etários, preparando-se para apresentar agora uma ambiciosa e competitiva equipa sénior, composta quase exclusivamente por atletas que têm cumprido a sua formação nas camadas jovens do clube.

“Toda esta evolução e conquistas à partida impensáveis há 25 anos só vêm sendo possíveis pela paixão, humildade, dedicação, perseverança e espírito de superação dos elementos do clube, que, a título gracioso, desenvolvem um esmagador trabalho diário para materializar todos estes sonhos. Esperamos que a cidade possa olhar para este trabalho, valorizá-lo cada vez mais, de forma que consigamos garantir apoios efetivos e suficientes para acompanhar tamanho crescimento”, comenta o presidente do clube, António Pardelhas.