Pedro Patrício, ex-atleta e atual diretor do Hospital da Luz, não vai ser candidato à presidência da União Desportiva de Santarém (UDS).

Slide thumbnail

A garantia foi dada pelo próprio esta sexta-feira à Rede Regional. Pedro Patrício diz-se “honrado pelo convite e pelo forte apoio que recebeu da SAD, de várias instituições e de muitos sócios e simpatizantes da UDS”, mas explica que “nesta fase não avança porque está totalmente empenhado nos projetos profissionais no Grupo Luz Saúde | Hospital da Luz, que o impedem de dar o contributo em funções executivas, nesta fase, de que o Clube e a Cidade precisam, e que merecem”.

“Muito me honra que o meu nome surja associado, desta forma, ao Clube que representei com enorme orgulho na minha juventude e que é parte muito importante da identidade e da vida da Cidade onde nasci e cresci, e onde me continuo a sentir em casa. Agradeço especialmente a todos os escalabitanos, em especial aos que têm responsabilidades institucionais (e às instituições que representam ou integram), que me abordaram, manifestando o seu apoio e a sua confiança, e reconhecendo assim que, de alguma maneira, poderei ter condições para liderar a UDS”, refere Pedro Patrício.

No entanto, o ex-atleta diz que “mantém total disponibilidade para continuar a apoiar e ajudar sempre a UDS e a cidade de Santarém” e pede apoio a “toda a estrutura da UDS, para dar continuidade ao excelente trabalho realizado, porque com todos juntos, a UDS e Santarém, serão muito mais fortes!”.

ELEIÇÕES DIA 20
As eleições na União Desportiva de Santarém estão marcadas para dia 20 de janeiro, a partir das 19h30. As listas candidatas aos órgãos sociais têm de ser entregues até às 18h00 do dia 13 de janeiro, segunda-feira.

Além das eleições, a União de Santarém realiza também no dia 20 de janeiro, a partir das 18h30, uma assembleia geral extraordinária onde vai ser apresentado, discutido e votado o Relatório de Contas de 2019.
A assembleia tem ainda como pontos da ordem de trabalhos a discussão e votação de proposta de alteração dos estatutos do clube, nomeadamente o número dois do artigo terceiro, e a discussão e votação da proposta de criação de uma secção autónoma denominada APPACDM-UDS.