PUB

chamusca ja te dou o arroz

PUB

insantarem

Os sócios do União de Almeirim aprovaram esta sexta-feira, 5 de abril, por larga maioria e apenas um voto contra e uma abstenção, a constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD), que passará a gerir os destinos da equipa sénior.

Slide thumbnail

Na proposta apresentada, o clube vai ficar com 10% da nova entidade, ficando os restantes 90% na mão da “Palhinha 9 Sports, Unipessoal Lda”, propriedade do ex-futebolista brasileiro Jorge Ferreira da Silva, de 51 anos, conhecido no mundo do futebol como Palhinha.

A direção, presidida por Agostinho Fernandes, ficou mandatada para formalizar a constituição da SAD, que além de ser responsável pelo futebol sénior, poderá utilizar as instalações do clube e ajudar na formação de jovens jogadores.

Esta foi a forma escolhida pelos sócios e dirigentes para fazer face às cada vez maiores despesas do futebol, esperando todos que assim o clube possa ter melhores equipas seniores e regressar aos campeonatos nacionais.

O voto único voto contra a constituição da SAD foi de Pedro Ribeiro, presidente da Câmara de Almeirim, aqui na qualidade de sócio do clube, que justificou o seu voto com uma questão de princípio por entender que a este nível não faz sentido uma lógica empresarial na gestão de um clube desta dimensão.

QUEM É O NOVO DONO DA SAD ALMEIRINENSE

palhinha2Segundo a Wikipedia, os primeiros passos de Palhinha,nascido em 1967, atualmente com 51 anos, no futebol foram no Venda Nova, pequena equipa de Belo Horizonte, aos dez anos. Dois anos depois, foi para o Santa Teresa, onde ficou até os dezoito anos, quando foi para o América Mineiro. Foi defendendo o América que ele venceu o Troféu Guará, dado pela imprensa mineira aos destaques do futebol local, em 1986, 1987, 1988 e 1990.

No início de 1992, foi emprestado até o fim de julho ao São Paulo, com o valor do passe fixado em quatrocentos mil dólares. Em maio, quando já estava se destacando como artilheiro da Libertadores, reivindicou a contratação em definitivo.

Palhinha foi bicampeão da Taça Libertadores, em 1992 e 1993, e da Copa Intercontinental, no Japão, nos mesmos anos. Conquistou ainda o Paulistão de 1992, o bicampeonato da Recopa Sul-Americana, em 1993 e 1994, e a Supercopa da Libertadores, em 1993. Na partida de ida das semifinais da Libertadores de 1992, quando marcou seu sétimo golo no torneio (que lhe valeria a artilharia), teve seu nome cantado pela torcida são-paulina.[4] Também marcou o primeiro golo tricolor na decisão do Mundial de 1993, contra o Milan.

Negociado com o Cruzeiro (numa troca envolvendo vários jogadores: Belletti e Serginho por Gilmar, Vítor, Donizete e Aílton, além do próprio Palhinha), venceu novamente a Taça Libertadores da América em 1997.

Depois transferiu-se para o Mallorca, da Espanha, em 1997, jogou pelo Flamengo em 1998 e pelo Grêmio em 1999, quando se sagrou campeão gaúcho.

Retornou ao América Mineiro, onde se sagrou campeão da Copa Sul-Minas em 2000. Palhinha figura como o sétimo maior artilheiro do "Coelho".

Depois, passou sucessivamente por Sporting Cristal do Peru, em 2000, Gama, em 2001, Alianza Lima (onde foi campeão peruano, também em 2001), Marília, entre 2001 e 2002, novamente o América Mineiro, em 2002, Khaimah Sports (Emirados Árabes Unidos), em 2003, Uberaba, em 2003, Bandeirante de Birigui e Ipatinga, em 2004, Chapecoense e Farroupilha, em 2005, e Guarulhos, seu último clube como jogador, em 2006.

Na Seleção Brasileira, Palhinha fez sua estreia em agosto de 1992, num amistoso contra o México, em Los Angeles. Disputou dezasseis jogos pela Seleção, marcando cinco golos.

Iniciou a carreira de treinador em 2007, comandado as categorias de base do São Bernardo

Em 2013, foi para Los Angeles, nos Estados Unidos, comandar a academia de futebol do Corinthians naquele país. Foi também presidente do Boston City FC.



banner comer em casa

 

PUB

PUB

Rede Regional

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

salvaterra jornadas cultura

PUB

Quem está Online?

Temos 427 visitantes e 0 membros em linha