PUB

chamusca natal

PUB

giulietta slideshow

PUB

cms impulso

PUB

salvaterra natal

A edição de 2012 do Festival Internacional de Tunas do Instituto Politécnico de Santarém (FITUIPS) realiza-se no próximo dia 21 de Abril, a partir das 21h00, no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA).

Esta será a sétima edição do FITUIPS, um festival organizado pela Scalabituna - Tuna do Instituto Politécnico de Santarém, e conta com a participação da EUL - Estudantina Universitária de Lisboa, da TMUC - Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra, da TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico e da Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve.

Os ingressos custam 3 euros para os estudantes e 5 euros para o público em geral.

A ocupação da Quinta da Torre Bela, uma herdade ribatejana, logo após a Revolução de 25 de Abril de 1974, volta esta quinta-feira ao cinema no documentário ‘Linha Vermelha’, de José Filipe Costa, que estreia em Lisboa, Porto, Coimbra e Azambuja, e será mostrado em sessões únicas em outras 15 cidades do país.

Inspirado no documentário original "Torre Bela", produzido em 1975 por um realizador alemão, "Linha Vermelha" valeu a José Filipe Costa o prémio de Melhor Longa Metragem Nacional no Festival Indie Lisboa 2011.

O filme faz-nos regressar a 1975, altura em que o alemão Thomas Harlan realiza o documentário Torre Bela, sobre a ocupação de uma grande herdade com o mesmo nome - logo após o 25 de Abril - grande parte da qual na área do concelho de Azambuja. Esse filme transformou-se num símbolo do período revolucionário português, com uma discussão acalorada sobre a quem pertence uma enxada da cooperativa, a ocupação do palácio, o encontro dos ocupantes com os militares em Lisboa e o processo de formação de uma nova comunidade.

37 anos depois, José Filipe Costa revisita esse filme emblemático, reencontrando os seus protagonistas e a equipa que o realizou. Ao longo da obra, o autor tenta responder a questões como a influência da presença da câmara sobre os acontecimentos, quem são hoje os protagonistas da altura, o que pensam sobre a ocupação e sobre o filme "Torre Bela" e que memória têm da herdade.

Linha Vermelha pode ser visto no cinema Atrium Azambuja, de 6ªfeira (13) a 2ªfeira (16) às 21h30, e no domingo também às 16h30.  (preço: € 3,00)

O cineasta Manuel de Oliveira vai ser homenageado pela Ordem dos Arquitectos (OA) no domingo, 15 de Abril, às 15 horas, data em que se assinala a inauguração da recém-criada delegação de Abrantes, a estrutura que sucede ao Núcleo do Médio Tejo desta ordem profissional.

A homenagem, na qual está prevista a presença do realizador, realiza-se no cine-teatro São Pedro, e terá uma mesa redonda com Manoel de Oliveira, João Belo Rodeia, presidente da AO, e com o arquitecto Nuno Portas.

No final do debate, será exibido o documentário “Oliveira, o Arquitecto”, da autoria de Paulo Rocha. Filmado na casa do realizador, em 1993, e contando com a sua participação, este documentário “é uma inspiração de vida para a profissão de arquitecto”, afirma Pedro Costa, o presidente da nova delegação.

Segundo o mesmo, esta iniciativa foi inspirada pela “proximidade entre o trabalho criativo do realizador e do arquitecto”, uma vez que ambos “traduzem aspectos estéticos, sensibilidades, gostos, visões do mundo e das cidades, construindo ambos memórias que perduram para as gerações vindouras”.

Com novas competências e novos desafios, a criação desta delegação tem como propósito descentralizar a estrutura directiva da OA, “criando uma escala de proximidade com os profissionais que operam no terreno e estruturando programas locais que valorizem a profissão e a função do arquitecto”, explica uma nota de imprensa desta associação.

A nova estrutura vê agora alargada a sua área de intervenção aos concelhos de Alter do Chão, Avis, Chamusca, Gavião, Golegã, Mora, Ponte de Sor, Sertã e Vila de Rei. A nível da direcção, Pedro Dias Costa é o presidente, Ricardo Cabrita o tesoureiro, Carlos Duque o secretário, e Sara Morgado a vogal suplente.

A sessão de homenagem a Manoel de Oliveira conta com as parcerias e apoios da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes do Instituto Politécnico de Tomar, no âmbito da licenciatura em “vídeo e cinema documental”, da Câmara de Abrantes e do clube de cinema Espalhafitas.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

aguas ribatejo dia agua

PUB

mercadinho Natal

Quem está Online?

Temos 584 visitantes e 0 membros em linha

PUB

5valedobro Natal