PUB

chamusca tejoporumfio

PUB

banner cms scalabbis

O leitor que efectuar o maior número de requisições para leituras domiciliárias na biblioteca municipal Alexandre O’Neill, em Constância, ao longo de 2012 será premiado.

Esta distinção chama-se precisamente “melhor leitor do ano 2012” e visa promover o gosto pela leitura, explica uma nota de imprensa da Câmara Municipal de Constância, onde se explica que esta iniciativa vai decorrer de Janeiro a Dezembro.

Para já, não é revelado qual será o prémio para o leitor mais assíduo.

Com o objectivo de falar sobre livros, discutir as obras e aprofundar os seus conteúdos, a biblioteca Alexandre O’Neill está também a criar grupos de leitura, designados “rios de leitores”.

A primeira sessão está marcada para sexta-feira, dia 27 de Janeiro, a partir das 21 horas, na sala polivalente, e será dedicada à bibliografia de José Rodrigues dos Santos.

Nos últimos anos, o jornalista da RTP lançou-se como ensaísta e romancista, tendo-se tornado num dos escritores que mais vendem em Portugal. “O Codex 632” e “O Último Segredo” são duas das suas obras mais conhecidas.

O padre Ricardo Madeira foi o grande impulsionador da obra (foto de arquivo)A festa em honra de S. Vicente, padroeiro da freguesia de S. Vicente do Paul, concelho de Santarém, realiza-se no fim-de-semana de 21 e 22 de Janeiro, com os lucros a reverterem para o centro pastoral da freguesia.

A obra encontra-se ainda em fase de conclusão, apesar de estar em funcionamento no piso superior o programa “Novas Oportunidades”, que já certificou com o 9º e 12º anos mais de 100 formandos, uma escola de música com 40 alunos, a catequese da paróquia, uma biblioteca e uma zona de computadores com acesso à Internet, entre outras valências ao serviço da população.

O centro pastoral de S. Vicente do Paul, uma obra da responsabilidade da paróquia local apoiada pelo Proder e inserida no projecto da cultura avieira, começou a ser construído em Setembro de 2008.

Em Junho de 2009, abriu as portas ao público, mas apenas com o piso superior, com cerca de 360 metros quadrados, concluído. O piso térreo, com uma área global de 500 metros quadrados, está ainda por concluir. O investimento total ronda os 400 mil euros.

O Museu Etnográfico da Raposa, que funciona na Casa da Cultura daquela freguesia, já está disponível na internet. Neste espaço, inaugurado este sábado, 14 de janeiro, é possível encontrar um vasto espólio etnográfico, que antes só era possível através de uma visita ao referido Museu.

O projecto de Digitalização surgiu pela mão de André Silva, Fábio Estevão e Ricardo Caseiro, três alunos do 3º ano do curso de Educação Comunicação e Multimédia (Pós-laboral) da ESES – Escola Superior de Educação de Santarém – Unidade curricular de Biblioteconomia, Arquivo e Documentação.

Segundo o presidente na Junta de Raposa, “trata-se de mais um projecto inovador, que permitirá a todos os cidadãos conhecerem melhor o passado freguesia, da mesma forma que fica salvaguardada a sua existência em formato digital”.

A digitalização dos objectos culturais da Casa da Cultura da Freguesia de Raposa surge como resultado da colaboração do grupo constituído por André Silva, Fábio Estevão e Ricardo Caseiro, que assim responderam ao trabalho proposto pela professora Dina Rocha, na cadeira de Biblioteconomia, Arquivo e Documentação.

Na apresentação, para além do público presente, familiares e amigos, estiveram presentes, José David, Cristina Casimiro e António, José da Junta de Freguesia de Raposa, em representação do Município a Vereadora Maria Emília. A Escola Superior de Educação fez-se representar pela docente Dina Rocha.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

scalhidraulica 2021

PUB

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

ipsantarem mestrados

PUB

banner ar

Quem está Online?

Temos 615 visitantes e 0 membros em linha