Teatro Sá da Bandeira (Santarém) é o único da Lezíria nesta primeira lista.

Seis salas culturais do distrito de Santarém - cinco no Médio Tejo e uma na Lezíria, fazem parte da nova Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP), que vai arrancar com pelo menos 50 equipamentos culturais credenciados, que poderão, a partir de Outubro, candidatar-se a um apoio à programação.

Slide thumbnail

No Médio Tejo entram na rede o Centro Cultural Gil Vicente (Sardoal), o Teatro Municipal de Ourém, o Teatro Virgínia (Torres Novas), o Cineteatro Paraíso (Tomar) e o Cineteatro São Pedro (Alcanena), enquanto na Lezíria, o único equipamento que nesta fase vai fazer parte da rede, é o Teatro Sá da Bandeira (Santarém).

Segundo a Direcção-Geral das Artes (DGArtes), estes equipamentos culturais poderão concorrer a um apoio à programação que abrirá a 9 de outubro. Mais tarde será divulgada “uma segunda e última lista de equipamentos credenciados nesta fase inicial de arranque da rede”, que também poderão concorrer ao apoio à programação.

O regulamento indica que, na fase inicial de implementação, os equipamentos culturais nos concelhos de Lisboa e do Porto não podem concorrer ao apoio à programação, para que as verbas cheguem a “realidades territoriais mais carenciadas em termos de recursos, projectos e dinâmicas culturais e artísticas”.

Além dos espaços do distrito acima referidos, são estes os primeiros equipamentos abrangidos por este programa:

Armazém 8 Casa das Artes (Évora), Auditório de Espinho, Auditório Municipal de Gaia, Casa da Criatividade (São João da Madeira), Casa da Cultura de Ílhavo (Ílhavo), Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, Centro Cultural de Lagos, Centro Cultural de Paredes de Coura, Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, Centro Cultural Olga Cadaval (Sintra), Centro Cultural Raiano (Idanha-a-Nova), Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre, Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, Cine Granadeiro (Grândola), Cine Teatro Sousa Telles (Ourique), Cine-Teatro de Estarreja, Cinema Teatro Joaquim de Almeida (Montijo), Cineteatro Alba (Albergaria-a-Velha), Cineteatro António Lamoso (Santa Maria da Feira), Cineteatro Curvo Semedo (Montemor-o-Novo), Cineteatro João Mota (Sesimbra), Cineteatro João Verde (Monção), Cineteatro Louletano (Loulé), Convento São Francisco – Coimbra Cultura e Congressos (Coimbra), Fórum Cultural de Alcochete, Fórum Cultural José Manuel Figueiredo (Moita), Fórum Municipal Luísa Todi (Setúbal), Novo Ciclo Acert – Centro de Recursos Culturais e de Desenvolvimento Regional de Tondela, Pax Julia – Teatro Municipal (Beja), Teatro Académico de Gil Vicente (Coimbra), Teatro Cine de Gouveia, Teatro José Lúcio da Silva e Teatro Miguel Franco (Leiria), Teatro Lethes (Faro), Teatro Municipal Baltazar Dias (Funchal), Teatro Municipal da Guarda, Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery, Teatro Municipal de Vila Real, Teatro Ribeiro Conceição (Lamego), Teatro Viriato (Viseu), Teatro-Cine de Pombal, Teatro-Cine Torres Vedras e Theatro Circo (Braga).