A Câmara Municipal de Abrantes vai assumir as competências na gestão, valorização e conservação do Castelo de Abrantes, através de protocolo estabelecido com o governo, e que foi assinado pela ministra da Modernização e da Administração Pública, Alexandra Leitão, e pela Ministra da Cultura, Graça Fonseca.

Slide thumbnail

Esta transferência de competências permite à autarquia “aceder mais facilmente a fundos comunitários para a recuperação do património”, explica uma nota de imprensa da Câmara de Abrantes.
“Continuamos a defender o reforço da autonomia local e da redistribuição de competências que possibilitam uma melhor resposta aos nossos cidadãos”, salientou o presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Valamatos, durante a cerimónia de assinatura do protocolo, que decorreu precisamente no Castelo de Abrantes.
Para a ministra Graça Fonseca, com este processo de descentralização de competências, o governo pretende “incentivar um amplo acesso à cultura e uma maior proximidade às populações, promovendo-se a coesão territorial, social e económica, e beneficiando também da vasta experiência municipal na gestão de equipamentos culturais”.
“O caminho da descentralização e do reforço das competências das autarquias é fundamental”, disse a ministra Alexandra Leitão, destacando a importância da aproximação da decisão e a gestão de um trabalho de cooperação.