PUB

chamusca ascensao

PUB

banner comerciolocal

 PUBaguas santarem 600x110

Samuel Úria, Eduardo Madeira, Paulo Gonzo e Tiago Bettencourt são alguns dos nomes que fazem parte da programação da Primavera do Teatro Virgínia, em Torres Novas, que hoje anunciou a programação de abril a julho.

Slide thumbnail

A atividade da sala de espetáculos torrejana vai ser reiniciada na próxima sexta-feira, dia 23 de abril, às 19h00, com a peça «Fake», de Inês Barahona e Miguel Fragata, um espetáculo onde o teatro dialoga com o cinema, numa tentativa de destrinçar a verdade da mentira.

Integrado nas comemorações do 47.º aniversário do 25 de Abril de 1974, Fernando Tordo interpretará alguns dos seus grandes temas num concerto transmitido via streaming e de entrada gratuita (mediante levantamento de bilhete num máximo de dois por pessoa), marcado para as 11 horas do próximo domingo.

O mês de abril termina com o espetáculo de dança «Sonho que não se pode quebrar e não se pode quebrar e não se pode…» no dia 30 às 19h00.

A 15 de maio é a vez de Paulo Gonzo subir ao palco do Virgínia, com o concerto «The Essential», repleto de êxitos intemporais. No mesmo mês destaque para o espetáculo de dança «Coletivo Habitacional» (29 de maio), de Susana Domingos Gaspar, e para os teatros no âmbito do serviço educativo, do Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia e o Atelier Teatral dos Miúdos, «O Dragão entre o Céu e a Terra» (8 de maio) e «Leandro, Rei da Helíria» (22 de maio), respetivamente.

O mês de junho inicia-se com «Futuricidade», projeto cultural da Escola do Agrupamento de Escolas Gil Paes/Escola Secundária Maria Lamas, integrado no Plano Nacional das Artes.

No dia 12 é a vez de Samuel Úria para um concerto a partir do seu álbum Canções do Pós-Guerra, seguindo-se, a dia 18, a peça de teatro «A Gaivota», da Companhia João Garcia Miguel.

No dia seguinte, 19 de junho, Eduardo Madeira convida Manuel Marques e Joel Ricardo Santos, dois amigos de longa data para um espetáculo completamente louco, épico e irrepetível de stand-up comedy.

O mês termina com o concerto de Tiago Bettencourt «Rumo ao Eclipse», num disco em que fala de escolhas, de lutas, de mágoa e indignação, de desapego, de alívio, de aceitação, de casa e de liberdade.

Em julho, o Teatro Virgínia sai de portas com a iniciativa «Jazz às Quintas» que terá lugar em vários locais da cidade.

Pode saber mais em www.teatrovirginia.pt.



ideiasdenegocios

 

Slide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

PUB

aguas ribatejo alpiarca

PUB

almeirim testes

Quem está Online?

Temos 703 visitantes e 0 membros em linha