O conhecido maestro José Santos Rosa, natural de Pernes, morreu em sua casa na tarde desta quarta-feira, 30 de dezembro, aos 88 anos.

Slide thumbnail

Além de maestro, José Carlos Santos Rosa foi também intérprete e compositor e um dos seus maiores legados é a orquestra com o seu nome, onde pontifica agora o seu filho Pedro Santos Rosa.

Ao longo da sua vida, José Santos Rosa foi diretor musical do Casino da Figueira da Foz e promoveu também o ensino da música com novos métodos de aprendizagem, tendo criado escolas e orquestras infantis e juvenis, designadamente em Pernes, no Centro de Iniciação Musical Pernense.

Em 2012, recebeu a medalha de mérito de Pernes.

A data das cerimónias fúnebres só deve ser conhecida esta quinta-feira.

EM ATUALIZAÇÃO