PUB

banner chamusca alice

PUB

banner cms riscos

A Associação Praça Maior, entidade que tem a concessão da Monumental Celestino Graça e promotora da corrida de toiros de sábado, dia 26, em Santarém, divulgou esta quarta-feira, as principais regras a cumprir para aquela que vai ser a única tourada da época na maior praça do país.

Slide thumbnail

“Devido ao momento que vivemos, com o país em Estado de Contingência, a realização deste espetáculo está rodeada de um conjunto de medidas que deverão ser escrupulosamente cumpridas quer pela promotora da Corrida (a Associação Praça Maior), quer pelos aficionados presentes, e que se encontram vertidas no Plano de Contingência que foi elaborado de acordo com as orientações conjuntas da IGAC-DGS e aprovado pela Unidade de Saúde Pública regional”, avança a Praça Maior, em comunicado.

Entre as principais normas a respeitar a associação destaca o facto de só poderem entrar na praça portadores de bilhete, sendo obrigatório que cada pessoa se sente no lugar exato do seu bilhete. Por este motivo todas as crianças têm de pagar bilhete, mesmo entre os 3 e os 6 anos (a entrada é interdita a menores de 3).

Na Praça “Celestino Graça” todos os lugares são numerados. A regra dos lugares é lugar sim/lugar não, com lugares cruzados nas filas. Os aficionados devem, pois, sentar-se no seu lugar (setor, fila e número do seu bilhete). Mesmo os coabitantes respeitarão um lugar de distanciamento entre eles, de forma a manter o distanciamento organizado com a fila de cima e de baixo.

A corrida decorrerá de acordo com as regras atuais pelo que não existirá intervalo nem voltas à arena. Por este motivo devem restringir-se ao mínimo os movimentos na bancada, nomeadamente as idas ao WC. Uma vez que é proibido entrar na bancada durante as lides e não existe nem intervalo nem voltas à arena é muito provável que uma ida ao WC implique a perda da lide seguinte.

É muito importante que os aficionados cheguem cedo para evitar aglomerações na entrada. Devem respeitar as distâncias de segurança e os circuitos marcados nos corredores. Ao entrar devem dirigir-se sem demoras ao seu lugar e manter-se sentados. As portas abrirão pelas 15h15.

É obrigatório o uso de máscara durante todo o espetáculo.

No final do espetáculo a saída será organizada. Os aficionados devem manter-se nos seus lugares até que os assistentes indiquem que a sua fila pode sair.

É muito importante que não existam aglomerações no exterior da Praça. Pede-se aos aficionados que após a saída não fiquem parados à frente das portas.

Para evitar aglomerações os bares não se encontrarão em funcionamento, mas existirá serviço nas bancadas. É por isso proibida a entrada de latas, garrafas de vidro, garrafas com tampa ou lancheiras.

A Associação Praça Maior lembra ainda que a tauromaquia tem muitos holofotes a incidir sobre ela, muito especialmente daqueles que dela são inimigos. “Ao mínimo deslize corremos o risco do Governo, que não tem escondido a sua preferência anti-taurina, voltar a proibir a realização de corridas de toiros. Assim, depende de nós aficionados, que continuemos a ser um exemplo de civismo e de cumprimento das limitações que decorrem do período especial que vivemos”, termina o comunicado.

O Plano de Contingência da “Celestino Graça”, encontra-se disponível em www.pracamaior.pt.



leziria startup

 

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 823 visitantes e 0 membros em linha