PUB

banner chamusca alice adiado

PUB

banner cms riscos

A galeria pintor José Tagarro, no Cartaxo, está a apresentar uma exposição de artes visuais com obras de nove autores do Movimento de Artistas Livres em Acção (M.A.L.A.) até ao dia 31 de Maio.

Participam nesta mostra colectiva Francisca Ribeiro, Jens Selin, João Dias, Luís Alçada, Maria Filomena Canadas, Marta Moreira, Anca-Maria Toader, Cristian Barbarosie e Rebecca Rason F.C. Ferreira, que vão estar à conversa com o público no dia 26 de Maio, entre as 11 e as 17 horas.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.

Um homem morreu ao ficar esmagado debaixo do tractor agrícola que conduzia num terreno em Alpiarça, no domingo, 13 de Maio, por volta das 15 horas.

As operações de socorro envolveram meios dos bombeiros de Alpiarça e a VMER do Hospital de Santarém, mas a vítima acabou por falecer no local.

“Tudo está bem quando acaba bem” é o título do primeiro livro de poesia de Inês Ferreira, uma jovem autora residente em Rio Maior, de apenas 16 anos.

Na obra, a aluna da escola secundária Dr. Augusto César da Silva Ferreira, aborda temas como o amor e os desamores, as desigualdades sociais e a busca de um mundo mais justo.

Depois de já ter sido apresentado em Rio Maior, o livro vai agora ser lançado em Lisboa, no próximo dia 20 de Maio, às 15 horas, na livraria Circulo das Letras.

A apresentação estará a cargo do autor Ricardo Cabaça e de Helena Pinto, activista dos direitos das mulheres e ex-deputada à Assembleia da República, numa sessão que terá ainda leitura de poemas por Daniela Rosado, actriz, musicados por Gonçalo do Carmo.

Um grupo de alunos do curso de artes visuais da escola Solano de Abreu, em Abrantes, está a restaurar as esculturas em ferro dos jardins do Alto de Santo António, junto da torre de comunicações da cidade.

A acção começou no dia 10 de Maio, sob a orientação do professor Luís Miguel Reis, e vai decorrer uma vez por semana, à quinta-feira.

Os estudantes vão recuperar cinco obras escultóricas, que são trabalhos artísticos em ferro da autoria de vários escultores nacionais e estrangeiros que participaram no II Simpósio Internacional de Escultura em Ferro, realizado em 1998, e que foram doadas ao Município. 

Artesanato, produtos da agricultura biológica, produtos gourmet, vestuário novo e em segunda mão, livros, discos e antiguidades são apenas alguns exemplos do que se encontra para compra e para venda no Mouchão Parque de Tomar, que vai acolher mais uma edição do “domingo alternativo” no próximo dia 3 de Junho.

A iniciativa, da responsabilidade do Turismo de Lisboa e Vale do Tejo (TLV-T), conta também com a presença de mágicos, malabaristas, músicos, pinturas faciais, aulas de pilates e yoga, entre outros.

Para os vendedores, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelo telefone 917 008 875.

Mais artigos...

Slide backgroundSlide thumbnail

PUB

PUB

Scalhidraulica

Quem está Online?

Temos 594 visitantes e 0 membros em linha