A Câmara Municipal de Tomar celebrou dois protocolos de apoio na área da cultura com a Canto Firme de Tomar – Associação de Cultura, sendo que um deles tem como propósito o estabelecimento de bases para a criação e o desenvolvimento da Orquestra Sinfónica de Tomar.

Slide thumbnail

O segundo protocolo tem como objeto a prossecução de ações de dinamização e valorização da Casa Memória Lopes-Graça, “considerando que a Canto Firme tem promovido, ao longo dos anos, um importante trabalho de divulgação da obra e da figura de Lopes-Graça”, explica um comunicado de imprensa da autarquia.