chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

rosado

João Rosado, conhecido forcado e praticante de rugby, natural da Chamusca mas radicado em Santarém há vários anos, faleceu na madrugada deste domingo, 7 de outubro, vítima de doença prolongada, a dois dias de completar 48 anos.

A morte de João “Mula”, como era conhecido entre os amigos da forcadagem, está a deixar uma onda de consternação, além da família, entre amigos e conhecidos, que vão colocando fotos e recordações do convívio com o falecido.

Um dos textos mais emotivos é de Nuno Marecos, atual cabo do grupo de Forcados Amadores da Chamusca, que ganhou a paixão pelas pegas com João Rosado e que considera que este é um dos dias mais negros da sua vida.

“Qual é a probabilidade de o teu Herói, o teu amigo, o teu padrinho nos forcados falecer no teu dia de anos? Que vida é esta? O que é isto?”, questiona Nuno Marecos.

“Eu que nem nunca fui muito de mostrar sentimentos, nem nunca fui nada emotivo em relação aos outros, dou comigo hoje, revoltado, incrédulo e pasmado com está notícia. Se hoje sou forcado, só o devo a uma pessoa, ao João Mula (…) Na manhã fria de fevereiro de 1991,quando me apanhaste a porta de casa, não te passaria certamente pela cabeça, que passado 27 anos (sim 27 anos) eu ainda andaria aqui no Grupo de Forcados Amadores da Chamusca a honrar a nossa jaqueta de ramagens (…) Fiz o que sabia, o que tu e outros me ensinaram e peguei os toiros que me deixaste em herança. Sim, em herança, ainda me lembro quando o Zé Manel Pernita me disse " Mula não está cá, quem os mama és tu que és afilhado dele". Assim o fiz!”, recorda.

“A ti padrinho, peço te que olhes por nós, pois a caminhada ainda não acabou e há muito por fazer...Dá nos força aí de cima, que para o próximo ano, o que vem, ninguém nos pára. Quanto ao meu aniversário, isso nem interessa. O que interessa é que hoje partiu o meu herói... Abraço do teu afilhado e olha por nós!”, termina Nuno Marecos, assinando “orgulhosamente Grupo de Forcados Amadores da Chamusca”.

O Rugby Clube de Santarém, onde João Rosado ainda jogava na equipa de veteranos, também publicou no seu mural uma foto a preto e branco, com uma das equipas do clube a cumprir um minuto de silêncio e a legenda “João, este hoje vai por ti”.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis