chamusca bibliotecatecfresh2018 slide

incendio a15-1

ATUALIZADA ÀS 19H00

Três bombeiros sofreram ferimentos ligeiros na tarde desta terça-feira, 11 de setembro, quando combatiam dois incêndios separados por cerca de um quilómetro, um em Malaqueijo (Rio Maior) e outro em Casais de Porto Oliveira, freguesia de Abitureiras, no concelho de Santarém.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, um dos operacionais sofreu queimaduras ligeiras, enquanto os outros dois tiveram entorses e outros pequenos problemas nos membros inferiores.

A orografia do terreno, uma zona acidentada de encosta, e a dificuldade de progredir no combate às chamas, são as causas apontadas para os ferimentos dos 3 bombeiros, já conduzidos ao Hospital de Santarém.

As chamas deflagraram inicialmente às 16h02 na localidade de Casais de Porto Oliveira, na freguesia de Abitureiras, concelho de Santarém, onde às 19h00 estavam 185 operacionais, apoiados por 51 viaturas e 6 meios aéreos. À mesma hora, o incêndio começava a ceder aos meios.

Cerca de 45 minutos depois, a poucos quilómetros, deflagrou novo incêndio, este já na localidade de Malaqueijo, no concelho de Rio Maior, onde às 19h00 estavam 97 operacionais, apoiados por 25 viaturas e 1 meio aéreo. A ocorrência estava já considerada “em conclusão”.

No meio destes dois incêndios está a A15, no troço entre Rio Maior e Santarém, que esteve cortada nos dois sentidos durante mais de uma hora. A circulação foi reaberta às 18h37, embora de forma condicionada.

O fumo foi visível de vários locais das cidades de Santarém e Rio Maior e mesmo de localidades vizinhas como Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Barquinha ou Tancos.

 

incendio a15

incendio a15-2

EM ATUALIZAÇÃO

NOTÍCIA RELACIONADA:

Acidente junto a incêndio provoca dois feridos encarcerados

Incêndio próximo de Santarém mobiliza mais de 200 operacionais

 

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis