app chamuscafestival bike sideshow

pistola

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira, 20 de julho, a detenção, em Tomar, de quatro pessoas suspeitas de terem disparado contra habitações e uma viatura, numa situação ocorrida no dia 3 de junho, em Tomar, alegadamente por quezílias de vizinhança.

A situação, que provocou danos materiais e um ferido ligeiro, terá sido levada a cabo pelos 4 suspeitos, com idades entre os 29 e os 45 anos, todos membros da mesma família.

“Os suspeitos, todos da mesma família, movidos por quezílias de vizinhança, terão alegadamente realizado diversos disparos de armas de fogo contra habitações e uma viatura, provocando diversos danos, atingindo ainda uma pessoa que sofreu um ferimento ligeiro”, refere a PJ.

As detenções ocorreram durante a operação “Nabância”, realizada entre a madrugada de quarta-feira, dia 18, e a manhã de quinta-feira, dia 19, por elementos do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária (PJ), com o apoio operacional da Diretoria do Centro, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Santarém.

Ouvidos em primeiro interrogatório judicial, dois dos detidos vão ficar em prisão preventiva e os outros dois ficam com obrigação de apresentações semanais às autoridades, estando todos proibidos de contactar entre si.

Os detidos têm antecedentes criminais, tendo um deles já cumprido pena de prisão, tendo-lhes sido apreendidas duas pistolas e mais de uma centena e meia de munições de diversos calibres.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis