app chamuscafestival bike sideshow

abuso sexual generica

Um homem, de 40 anos, residente no Pego, concelho de Abrantes, ficou em prisão preventiva por estar indiciado pela autoria material de um crime de abuso sexual de crianças agravado, sobre uma menor, na altura com 11 anos de idade, e de dois crimes de coação agravada.

Segundo a Procuradoria da Comarca de Santarém, "os factos relativos ao abuso sexual tiveram lugar durante o verão de 2016 e no dia 7 de maio de 2018 quanto a ambos os crimes de coação agravada, sempre na localidade do Pego".
A decisão foi tomada esta terça-feira, 12 de junho, no Tribunal de Santarém, tendo o Ministério Público evidenciado os perigos de fuga; perturbação do decurso do inquérito ou da instrução do processo; destruição de prova, continuação da actividade criminosa ou perturbação grave da ordem e tranquilidade públicas.

As medidas de coação propostas foram aceites e confirmadas pelo juiz de instrução criminal, ainda que este não tenha relevado o perigo de fuga, invocado face à moldura abstrata máxima de prisão aplicável (20 anos de prisão) a todos os crimes indiciados e perante a probabilidade séria de condenação em prisão efetiva em sede de julgamento.
A investigação está a cargo da Polícia Judiciária, que já havia cumprido os mandados judiciais de detenção fora de flagrante delito e o inquérito está distribuído à secção especializada do DIAP de Abrantes.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis