chamusca pinoquiomicromineiro slide

hospital santarem-ambulancia

O Ministério da Saúde garante que o Conselho de Administração do Hospital Distrital de Santarém (HDS) "está empenhado em assegurar que o Serviço de Cardiologia continue a ser, como vem sendo desde há muitos anos, uma referência regional, não obstante os constrangimentos existentes naquele hospital".

Em resposta a várias perguntas feitas pelos deputados do PSD eleitos pelo círculo de Santarém, o Ministério informa que o hospital "iniciou um projeto que passa por designar uma nova Direção de Serviço, identificar prioridades e recrutar os meios humanos necessários".

Na mesma resposta é dito que "foram identificadas áreas que podem aumentar a sua projeção (Laboratório de Pacing ou o Laboratório de Ecocardiograma), outras que têm o investimento em material necessitando apenas de ser organizadas (Laboratório de Reabilitação Cardíaca) e outras que serão alvo de projeto e investimento e desenvolvimento, como são os casos da lmagiologia Cardiológica (AngioTAC e RM Cardíaca) ou o Laboratório de Eletrofisiologia".

Tal como a administração do hospital já havia adiantado, o Ministério reconhece que há uma carência grave de especialistas, que obrigou a suspender parcialmente o serviço na Unidade de Coronárias em alguns períodos do atual trimestre, mas garante que já foram tomadas medidas.

"Na presente data, está em curso um processo urgente de contratação de médicos cardiologistas para o HDS, estando também a ser desenvolvidas diligências no sentido de procurar que alguns médicos cardiologistas da região que, apesar de atualmente estarem afastados do HDS, ainda mantêm atividade profissional, possam ingressar no HDS a curto prazo, de modo a permitir ultrapassar a atual fase de escassez de recursos médicos especializados", termina a resposta aos deputados do PSD.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves