chamusca natalmicromineiro slide

santaremHDSprotestolimpeza

Os funcionários da empresa que assegura os serviços de limpeza no Hospital de Santarém deixaram de trabalhar pelas 7 horas da manhã desta terça-feira, 11 de setembro, em protesto contra os salários em atraso e outras irregularidades laborais.

“Além de mês e meio de salários em atraso, falta o pagamento dos subsídios de férias, não há um mapa de férias atualizado, sofremos ameaças de supervisores, e não são entregues os nossos descontos na Segurança Social desde março”, entre outras questões enumeradas à Rede Regional por Nélson Bonito, um dos cerca de 70 trabalhadores da Foamy Sparkle em protesto.

Segundo o mesmo, os funcionários de todos os turnos vão ficar parados até conseguirem um compromisso sério por parte da administração da empresa, ou ameaçam partir para três de greve.

“Nós temos tentado falar com o patrão, que não nos dá bola”, lamenta Nélson Bonito, explicando que a empresa “esteve sempre em atraso, ou seja, desde o início que paga fora de horas e nunca ouve as nossas reclamações”.

“O nosso protesto não é contra o hospital, é mesmo contra o patrão e contra esta situação que está a deixar muita gente em grandes dificuldades”, assegurou o mesmo.

Entre os trabalhadores, há vários casos dramáticos de quem não tem já dinheiro para o supermercado, ou pagar as contas fixas mensais, como é o caso da água, da luz ou do gás.

Alguns dos queixosos têm filhos em idade escolar e não sabem como vão fazer para comprar os livros, assim como há, entre os funcionários, quem tema perder o abono de família, uma vez que não são feitos descontos para a Segurança Social há quase seis meses.

Apesar de todas as contrariedades e do descontentamento generalizado, os funcionários garantem que esta luta é pela manutenção dos seus postos de trabalho, pois ninguém pretende ir para casa com o subsídio de desemprego.

A Rede Regional tentou por duas vezes o contato telefónico com a sede da empresa, em Sintra, mas ninguém atendeu o telefone.

Simulacro da Proteção Civil no Entroncamento - Fotos: José Neves